O homem que matou dois jornalistas americanos ao vivo na televisão, na última quarta-feira, 26, tinha a intenção de cometer outros atos de violência antes de cometer suicídio, disse nesta sexta-feira, 28, o governador da Virgínia (Leste) Terry McAuliffe. Ele visitou os estúdios do WDBJ, cadeia local em Roanoke, dois dias após o assassinato de Alison Parker, 24, e Adam Ward, 27 anos, mortos por Vester Flanagan, de 41 anos.

Vester Flanagan, um ex-funcionário da WDBJ, que tinha sido despedido em fevereiro de 2013, cometeu suicídio horas após o duplo assassinato, depois de ser pego pela polícia em uma autoestrada rumo à capital federal Washington. "Hoje nós aprendemos que este indivíduo tinha um monte de munição e tinha a intenção de fazer mal a muitas pessoas", comentou o Sr.

Publicidade
Publicidade

McAuliffe a imprensa.

"Nós claramente não podemos entrar em sua mente para descobrir o que ele pretendia fazer, mas, obviamente, ele tinha más intenções", acrescentou. Flanagan usou uma pistola Glock para matar dois jornalistas e ferir Vicki Gardner, a quem eles estavam entrevistando.

A polícia encontrou em seu veículo juntamente a arma, seis carregadores e uma lista de coisas para fazer, que não foi divulgado detalhes, e 17 letras timbradas, de acordo com um relatório emitido com o mandado de busca na quinta-feira, 27, pela polícia do Estado da Virgínia. Eles também descobriram uma mala contendo três placas, uma peruca e um xale.

O governador democrata, também possuidor de armas de fogo para caça, tem apoiado a verificação de antecedentes para a compra de armas. "Se você vai a uma feira de armas, há grandes sinais em algumas bancas dizendo: venha comprar sua arma aqui, nós não verificamos antecedentes", observou o governador.

Publicidade

O presidente dos #EUA, Barack Obama, tentou empurrar um endurecimento da legislação após o massacre de 20 crianças na escola primária em Newtown Sandy Hook (Connecticut), em dezembro de 2012. Mas sem sucesso. Ele admitiu no mês passado que o seu fracasso sobre esta questão continua a ser a maior frustração de seus dois mandatos. #Ataque #Crime