No Porto, uma das maiores cidades de Portugal, aconteceu um #Crime pouco normal no Metrô da cidade. Segundo divulgou a imprensa portuguesa, dois jovens dispararam contra as costas de um portuense por ele os ter dito que as drogas faziam mal e tirado o alegado haxixe de suas mãos. Na paragem em Matosinhos os dois jovens saíram do metrô e com uma arma dispararam duas balas para as costas do homem de 36 anos, que apenas tentou fazer uma boa ação. Apesar de tudo, o portuense parece estar nesse momento livre de perigo.

Dois jovens, que continuam foragidos, não terão gostado que um desconhecido lhes tivesse tirado sua droga das mães e responderam com dois tiros a um homem que apenas tentou ajudar.

Publicidade
Publicidade

O jornal português “Jornal de Noticiais” afirma que o homem apenas tomou essa atitude pois ficou chocado como dois jovens podiam estar tomando drogas pesadas em público.

Depois de uma grande discussão, alegadamente, o portuense, habitante do Porto, tirou das mãos dos jovens a droga que eles estavam consumindo, terminando assim a calorosa discussão. Contudo, quando tudo parecia estar resolvido, esses mesmos jovens saíram numa paragem em Matosinhos, cidade que faz fronteira com o Porto, e atiraram para matar o senhor que lhe deu conselhos, fugindo logo de seguida. As autoridades portuguesas estão procurando pelos dois jovens, que continuam soltos.

Quanto ao homem que quis fazer uma boa ação, tentando fazer bons aconselhamentos sobre a vida e aos perigos da droga aos jovens, já foi operado no Hospital do Porto e segunda a imprensa portuguesa já se encontra fora de perigo de vida.

Publicidade

Nas redes sociais, muitas pessoas acusam o homem de ter sido agressivo em sua abordagem, ao tirar a droga aos jovens, e que é necessário ter mais cuidado na abordagem a esse tipo de garotos problemáticos. O metrô do Porto sempre foi conhecido pela sua enorme segurança, mas esse caso está assombrando um dos transportes públicos mais utilizados dessa cidade do norte de Portugal, que é conhecida por receber muitos turistas nessa época do mês de agosto. #Europa #Casos de polícia