Ser mulher não é nada fácil. Uma simples tarefa como ir ao mercado, farmácia ou na esquina pode ser uma aventura bem desagradável quando se é do sexo feminino.

Uma pesquisa realizada em 2013 mostrou que 83% das mulheres não acham legal receber cantadas, não consideram um elogio e sim assédio.

Há um tempo a revista Cosmopolitan produziu um vídeo que mostrava a reação de três homens vendo suas respectivas namoradas recebendo cantadas nas ruas.

O canal do youtube, The Scene, se inspirou na repercussão deste vídeo e produziu algo bem parecido, mas desta vez foram os pais que viram suas filhas recebendo cantadas nas ruas através de uma câmera escondida.

Publicidade
Publicidade

Claro que o resultado já era esperado, todos se mostraram desconfortáveis e bastante incomodados. Inclusive um dos pais chegou a comentar "Onde está o respeito? O mínimo que se espera de alguém é respeito".

A intenção do vídeo é mostrar para os homens que suas filhas, namoradas, esposas, irmãs, sobrinhas e até suas mães e claro, qualquer outra mulher não merecem se sentir ameaçadas em locais públicos.

Assista ao vídeo:

Aqui no Brasil já tem movimentos que buscam oferecer mais segurança para as mulheres nas ruas. Um deles é o movimento "Vamos Juntas", que possui uma página no Facebook.

O movimento incentiva mulheres que se sentem em situação de risco a prestar atenção ao redor, pois uma outra mulher deve estar na mesma situação, então porque não seguir o caminho juntas?

Na página você encontra o desabafo de muitas mulheres brasileiras que passaram por situações constrangedoras e até perigosas.

Publicidade

A página também dá dicas de como socorrer outras mulheres que estejam em situações de risco e incentiva que andem juntas.

A página já tem mais de 113 mil seguidores que acompanham diariamente as postagens. 

A iniciativa tem chamado a atenção das mulheres e muitas já se tornaram adeptas do movimento oferecendo carona ou simplesmente companhia a outras mulheres que compartilham o mesmo trajeto para a escola, trabalho, academia, mas também há adeptas que fazem amigas de um caminho só e nunca mais se veem.  #Opinião #Violência #Comportamento