Os telespectadores americanos levaram um susto e ficaram estarrecidos com um momento registrado na manhã desta quarta-feira, 26. Durante uma transmissão ao vivo no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, um homem começou a atirar na repórter e em um cinegrafista e uma emissora de televisão da região. Além das duas mortes, uma mulher que estava sendo entrevistada no momento do episódio também sofreu ferimentos. A barbaridade aconteceu na cidade de Moneta. Na internet, já é possível encontrar o vídeo com o momento. Nas imagens abaixo, os tiros podem ser ouvidos, além da percepção do rosto de pavor da repórter. Na transmissão, foram ao todo seis tiros.

Publicidade
Publicidade

Veja o vídeo com o momento do assassinato:

A repórter assassinada é Alison Parker. Ela entrevistava pela WDBJ uma empresária local. A entrevista mal tinha acabado de começar, quando o grupo foi surpreendido pelo atitador. Não dá para ver os tiros na repórter e na entrevistada porque o cinegrafista Adam Ward foi o primeiro a ser atingido. A repórter e a entrevistada ainda tentaram correr, mas não conseguiram se safar dos tiros. A jornalista morreu no local. A transmissão foi cortada após os seis tiros, voltando para o estúdio da emissora de televisão americana. A apresentadora demonstrou perplexidade com o que tinha acabado de vivenciar, ficando por alguns segundos com a boca aberta.

Perseguição a assassino acontece nesta manhã nos Estados Unidos

A CNN já confirmou durante suas transmissões que os profissionais da mídia faleceram.

Publicidade

A polícia da Virgínia tenta agora encontrar o atirador. Testemunhas disseram que ele estava usando roupas escuras, quando saiu correndo. Não dá para saber o porquê o homem atirou nos jornalistas, mas a população local está com medo de ir às ruas. De acordo com a polícia americana, o atirador está neste momento sendo perseguido por uma rodovia da Virgínia.

Vicki Gardner foi a única sobrevivente do ataque. Ela passa por uma cirurgia neste momento. Os tiros foram dados nas costas da entrevistada, que é chefe da câmara de comércio da região. O atirador foi identificado como Vester Flanagan, um ex-dependente de drogas. Segundo a imprensa local, ele se suicidou. #Terrorismo #Crime