O canal alemão “In a Nutshell – Kurzgesagt” decidiu publicar um vídeo explicativo que informa todo o mundo sobre o que realmente aconteceu para que, agora, milhões de refugiados estejam entrando em território europeu. Em somente seis minutos, o vídeo mostra todas as dificuldades que os sírios estão passando para sair de uma guerra, que não foi causada por eles.

Para além disso, a realidade é bem diferente do que a maioria dos europeus pensa, pois, só apenas 4% dos refugiados estão nesse momento entrando em seus países. Em pouco dias, o vídeo está se tornando viral e mostra que os refugiados são pessoas como qualquer outro cidadão.

Publicidade
Publicidade

No vídeo publicado pelo canal alemão, toda a história que levou a esta #Guerra Civil é explicada pormenorizadamente, realçando que os milhões de refugiados, que estão agora fugindo da Síria, nada tem haver com o que se está passando atualmente, pretendendo apenas salvar suas famílias. Os perigos da chegada de refugiados à #Europa são muito poucos, segundo o vídeo, pois, se algum deles fosse terrorista, teriam ficado a lutar na Síria e não seguiriam para a Europa.

Durante esses seis minutos, é explicado muitas dúvidas que os europeus estão tendo com a chegada de milhões de refugiados a seus países. Muitos têm medo das intenções dos sírios, mas o canal alemão garante que a sua chegada pode acabar sendo positiva para a Europa, principalmente no mercado laboral. Outro dado presente no vídeo garante que, mesmo que todos os refugiados sejam muçulmanos, a representação muçulmana na Europa só irá aumentar cerca de 1%.

Publicidade

A educação, as elevadas taxas de natalidade e sua religião são considerados “perigos” para muitos europeus. Porém, o vídeo garante que essas preocupações não deveriam existir, sobretudo, porque, como tem acontecido durante a história, os refugiados que se encontram na Europa conseguiram, com relativa facilidade, se adaptar aos padrões de vida desses países ocidentais.

Como está presente no vídeo, a única intenção desses milhões de refugiados apenas é salvar suas famílias da guerra, e não tornar a Europa um local mais perigoso. #Blasting News Brasil