Facebook decidiu tomar uma posição severa contra todos os seus utilizadores que incitem o ódio e a violência aos refugiados que estão entrando em território europeu. Segundo informa o site “Sol”, os responsáveis pela rede social mais utilizada do mundo garantiram ao governo alemão que os comentários contra os refugiados vão ser imediatamente censurados e eliminados. O Facebook na Alemanha tem sido alvo de milhões de comentários xenófobos e violentos, bem ao nível da extrema-direita, algo que pode ser muito perigoso e violento.

Se agora vir alguma publicação contra os refugiados em sua conta de Facebook, pode denunciar a mensagem ofensiva que os responsáveis pela rede social a vão analisar e eliminar.

Publicidade
Publicidade

Foi essa a mudança que a Alemanha pretendia imediatamente, principalmente seu ministro da justiça, que considera lamentável e muito perigoso o que se estava passando entre muitos utilizadores do Facebook na Alemanha, mas também um pouco por todo o mundo.

Na verdade, o assunto da entrada de milhões de refugiados na Alemanha está dividindo um pouco todos os europeus, que ao mesmo tempo que querem ajudar aqueles que estão saindo com suas famílias na guerra da Síria, mas temem que esses mesmos refugiados possam ser perigosos ou nunca se adaptem totalmente à realidade e hábitos europeus. Por isso mesmo, muitos comentários de extrema-direita, nas quais incitam o ódio e a xenofobia, estão aparecendo todos os dias na internet e nas contas de todo o mundo.

“Apesar de que essa medida possa ser vista como um ataque à liberdade de expressão das pessoas, é muito mais importante eliminar o ódio e a violência que está surgindo no computador de milhões de pessoas, para conseguirmos evitar uma catástrofe e atitudes de xenofobia e ódio”, revelou uma política alemã, à imprensa internacional, contente pelo Facebook ter aceitado sua proposta de censura a todos os que se mostrem contra os refugiados.

Publicidade

Para proceder a essas mesmas eliminações, basta que sempre que vir um comentário de ódio ou violência reportar, que o Facebook trata imediatamente do assunto. O Facebook alemão vai ser o primeiro a aderir a essa medida extrema. #Europa #Crise