Uma ponte nada convencional acaba de ser concluída recentemente na China, trata-se de uma passarela de vidro suspensa, que fica há 180 metros acima da Província de Hunan, o que causa calafrios para quem tenta atravessá-la. Haohan Qiao, como é conhecida em chinês, é o último de uma série de atrações feitas com piso de vidro para que a #China receba turistas do mundo todo.

Apesar de sua aparência causar pânico e terror, os seus criadores dizem que a ponte que fica no Parque Geológico Nacional Shiniuzhai é segura e que não existe possibilidade de algo dar errado. Cada uma das chapas de vidro tem a espessura de 24 mm tornando-a 24 vezes mais forte do que o vidro convencional.

Publicidade
Publicidade

Segundo um funcionário da empreiteira que construiu a ponte, em divulgação por nota oficial, a obra permanecerá firme mesmo se os turistas ficarem pulando sobre o vidro, ela é muito segura e não há possibilidade de quebra ou queda dos turistas. A estrutura de aço utilizada para apoiar a ponte de vidro é muito forte e densamente construída, assim, mesmo se uma das chapas de vidro quebrar, ninguém cai.

Haohan Qiao era originalmente uma ponte de madeira, porém, em 2014, o parque experimentou fazer um pequeno trecho de vidro, dando resultado, eles decidiram aumentar a emoção renovando todo o viaduto no início deste ano, tornando-se a primeira ponte de vidro suspensa da China.

Os chinese estão com um projeto de abrir outra ponte de vidro no final deste ano no Canyon de Zhangjiajie, que fica cerca de 300 quilômetros de Shiniuzhai. Quando concluída, a estrutura Zhangjiajie será a ponte de vidro mais alta e mais longa - medindo 430 metros de comprimento e 300 metros de altura. Para quem curte fortes emoções, vale a pena conferir esta nova atração chinesa.

Publicidade

A China, nos últimos anos, vem investido forte no #Turismo, com construções de atrações que chamam a atenção do Mundo, e pelo jeito o investimento já esta dando resultados, muitos turistas do planeta já visitam o país, que esta repleto de atrações naturais, e agora arquitetônicos também. #Blasting News Brasil