Com a guerra islâmica no Oriente Médio e parte da África, milhares de árabes e africanos fogem para a Europa todos os dias. Zaid é um deles. O menino estava nos braços do pai quando foi derrubado por uma repórter húngara. Mas nesse sábado, o dia foi de alegria para ele, seu pai e seu irmão.

Em um belo ato de solidariedade, o clube esportivo Real Madrid, da Espanha, entrou em campo nesse sábado para mais uma partida pelo Campeonato Espanhol, vestindo camisas brancas com dizeres em apoio aos #Refugiados que estão chegando no país. A Espanha é um dos poucos países da Europa que tem acolhido de braços abertos os refugiados.

Publicidade
Publicidade

Além do uniforme, os jogadores entraram no campo dando as mãos para crianças refugiadas e uma delas em especial, é Zaid, o menino sírio que foi derrubado na Hungria semana passada. O menino caminhou sorridente dando as mãos para o craque português, #Cristiano Ronaldo. Durante o jogo, o pequeno e sorridente Zaid, mesmo sem entender o espanhol, vibrou com a vitória do clube de Cristiano com 1 x 0 sobre o Granada.

Vítimas da intolerância

Na última terça-feira, Zaid estava no colo de seu pai, Osama Abdul Mohsen, tentando passar pela fronteira da Hungria e adentrar a Europa para tentar ter uma vida melhor. Além deles, haviam centenas de outros refugiados tentando driblar os policiais húngaros. No mesmo local, alguns jornalistas e fotógrafos tentavam obter a melhor imagem da crise migratória para estampar seus noticiários e jornais.

Publicidade

Foi nesse momento que Petra László chutou Osama, que caiu no chão. A mesma atitude foi aplicada com outros refugiados.

Um repórter alemão, Stephan Richter, filmou a atitude de Petra e publicou o vídeo em uma rede social. Em pouco tempo as imagens giraram o mundo e a N1TV, TV húngara onde Petra trabalhava, emitiu uma nota comunicando que a mesma havia sido demitida por sua atitude inaceitável.

Ainda na semana passada, um vídeo foi divulgado na internet, onde mostra refugiados sendo alimentos de maneira cruel na Hungria. Os alimentos eram jogados para o alto como todas as pessoas famintas no local fossem animais. #Famosos