Neste domingo, 06, aconteceu o 'Brazilian Day', realizado na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. O evento é a maior festa feita por e para brasileiros fora do Brasil. Durante a apresentação, os rumos políticos do país não foram esquecidos. O cantor Fábio Jr. fez um desabafo emocionante ao pegar a bandeira nacional. O pai de Fiuk e Cléo Pires protestou contra o que chamou de "roubalheira". O momento foi exibido pela TV Globo Internacional em todo o mundo e aqui no Brasil foi exibido pelo canal a cabo Multishow.

A celebridade questionou às milhares de pessoas que estavam assistindo ao show sobre o que estava escrito na bandeira nacional.

Publicidade
Publicidade

Fábio Jr. depois afirmou que o que os brasileiros realmente precisam é de ordem e progresso, mas que o que está acontecendo é algo totalmente diferente. "Temos uma desordem de roubalheira. Isso é uma quadrilha", falou o cantor. Em seguida, o intérprete de 'Pai' disse que tinha orgulho de vestir a bandeira nacional, mas que esse orgulho entra em um conflito diário com a vergonha pelos governantes do país. 

Em seguida, o cantor disse que os políticos estão roubando o povo. "Eles estão metendo a mão", argumentou Fábio, que ainda citou diversos nomes conhecidos da política nacional, insinuando que eles estão roubando o país. Dentre os nomes manifestados pelo cantor está o da presidente da república #Dilma Rousseff. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também foi lembrado, além do já preso José Dirceu e de toda a bancada do PMDB.

Publicidade

 "Vocês não tem o que fazer", bradou Fábio Jr, que ainda seguiu a pergunta de um palavrão.

Fábio Junior ainda disse que isso tudo dá pena, que é uma judiação com o povo brasileiro, que é muito humilde, mas ao mesmo tempo muito bom. O cantor ainda falou que era preciso mudar tudo o que acontece no país, falando outro palavrão em seguida. 

Os palavrões foram seguidos pela plateia, que xingaram em coro a presidente Dilma Rousseff. Fábio, entretanto, não chegou a xingar Dilma, mas fez questão de colocar o microfone perto das pessoas que faziam o gesto, para que o mundo inteiro ouvisse os gritos de protesto. 

. #EUA