A jovem equatoriana Carolina Peña de 16 anos resolveu participar do programa "Ecuador Tiene Talento" e acabou sendo humilhada por se declarar ateia.

De acordo com o jornal El Comercio, aadolescente se apresentou cantando e queria saber seria aprovada ou não pela bancada de jurados, Carolina estava ali para ser jugada pelo seu talento algo que acabou não acontecendo pois a situação acabou saindo do controle, a jovem não sabia que ao responder uma pergunta a polêmica iria começar.

Tudo isso porque depois que Carolina cantou uma das três juradas do programa perguntou se a jovem acreditava em Deus, porém ao obter uma resposta negativa, pois a adolescente se declarou ateia, a jurada se sentido ofendida começou a reger uma enxurrada de críticas à garota.

Publicidade
Publicidade

Primeiro disse que sem Deus não se chega em nenhum lugar, e as outras duas juradas apoiaram a atitude da colega, uma outra disse para que seria melhor Carolina acreditar em Deus para que ele fizesse o milagre dela cantar bem.

No programa que tinha três juradas e um jurado, esse último foi o único a defender a adolescente, dizendo que ao contrário de suas companheiras ele não iria julga-la pela #Religião mas sim por seu talento. Mas mesmo assim Carolina acabou sendo eliminada da competição.

Logo após o fim do programa os internautas começaram a criticar a linha de julgamento imposta pelas três juradas, as mesmas foram acusadas de bullying e intolerância, o fato acabou provocando uma enorme indignação nas redes sociais, que não aceitaram que a participante fosse eliminada pelo simples fato de ter uma ideologia diferente dos outras juradas.

Publicidade

A Associação Ateísta do Equador tachou o ato como discriminatório e o presidente dessa mesma associação Gustavo La Mota, está estudando quais ações devem ser tomadas, ele se baseia no trecho do programa em que adolescente foi humilhada, vídeo esse que foi altamente divulgado no Youtube.

Nas redes sociais, se formou uma grande rede apoio para a adolescente Carolina, com milhares de espectadores do programa discordando da eliminação ter sido determinada por suas convicções religiosas. #Comportamento #É Manchete!