Um homem na Itália resolveu aquilo que para muitos pode ser um problema bem sério. Sabe aquela altura em que você chega no carro e viu que ficou tapado por outros carros? Situação muito difícil e que dá para tirar do sério o mais descontraído dos homens. No entanto, esse homem deu um jeito surpreendente de resolver o problema e deixou as pessoas da rua abrindo a boca de espanto. As câmeras de segurança registraram o momento em que esse homem resolveu o problema com as próprias mãos.

O vídeo foi agora revelado e está correndo o mundo. Aconteceu em Avola, uma pequena cidade da Sicília, na Itália. E o personagem principal é um homem bem forte. O vídeo flagra o momento em que um homem chega no estacionamento e repara que estacionaram muito perto dele.

Publicidade
Publicidade

Demasiado, até. Para muitos, já dava para desesperar. Para muitos, mas não para esse italiano que vai resolver o desafio na força mesmo. Enquanto dois homens estão de conversa na rua, ele chega no carro e fica olhando, fazendo cálculos para retirar o carro daquele aperto. O que fazer? Tem uma moto bem colada na frente e um carro atrás, e poucos centímetros para manobrar o automóvel. 

Depois de dar uma olhada a toda a volta do seu Fiat Panda, o italiano abriu a porta do carro e levantou ele, recolocando-o na estrada. Primeiro ele avaliou a situação e parece que acreditou ser essa a melhor opção que tinha no momento. Pegou no carro por baixo e ergueu ele com uma facilidade espantosa, colocando a traseira do carro bem na estrada. Imagens inacreditáveis! 

Os dois jovens falando na rua ficaram sem reação.

Publicidade

Se olharam e abriram a boca de espanto. Enquanto isso, o homem entrou no carro, completou a manobra e seguiu na estrada. Os homens ficaram rindo do momento e parecem não querer acreditar no que acabaram de assistir. 

Veja o vídeo:

As imagens estão sendo divulgadas pelo jornal Daily Mail que está dando todo o destaque da notícia. Afinal, não é todos os dias que se vê um momento destes. Mas bem que facilitaria muitas situações no dia-a-dia, verdade? #Automobilismo