Sophie Cruz tem apenas cinco anos mas vive o drama de milhares de meninos. Ela é filha de pais imigrantes ilegais nos Estados Unidos da América e vive no medo de ser separada dos pais, que nasceram no México. Na quarta-feira, dia 23, a menina aproveitou do melhor jeito a visita do Papa no país e foi pedir para ele ajudar sua família. Num momento comovedor, Sophie pediu para que seus pais deixem de estar ilegais no país e possam viver descansados. 

A pequena Sophie e o irmão já nasceram nos #EUA, mas temem que os pais sejam deportados do país. Por isso, a menina se encheu de força e foi a procura do Papa. 

Um momento cheio de emoção que está marcando a visita de Francisco pelos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Depois de Cuba, o Papa já está em Washington DC, onde foi recebido pela família Obama. Numa parada pela rua, Francisco recebeu o amor de milhares de americanos saudando o líder da igreja católica e acabou brindado pela ternura da pequena Sophie. 

A menina ainda foi barrada pela segurança, mas foi falando que tinha uma mensagem muito importante para entregar para o Papa. Mas ela conseguiu o mais importante que foi encontrar o olhar de Francisco. Mesmo tapada pelos serviços secretos americanos, Sophie foi vista por Francisco e aí não tem mais jeito. O Papa pediu para levarem a menina até ele. Junto do Papa, Sophie recebeu um beijo do pontífice e entregou sua mensagem, revelada ao Mundo pouco depois. "Eu acredito que tenho o direito de viver com meus pais, que tenho o direito de ser feliz", dizia a mensagem citada pelo jornal Mirror

A menina pede ajuda do Papa para que os pais possam viver livremente no país que escolheram.

Publicidade

Esta é a história de milhares de mexicanos que deixaram a terra natal a procura de uma vida melhor nos Estados Unidos. O pai de Sophie, Raul Cruz saiu do México com a esposa faz 10 anos mas ainda continuam vivendo ilegais no país. 

O que Raul, de 36 anos, como milhares de outros imigrantes pedem é uma reforma nas leis da imigração. E na carta que Sophie entregou para o Papa é mesmo isso que a menina clama. Ela fala que os pais vêm trabalhando por muitos anos nos Estados Unidos e estão ajudando a economia do país a crescer. Por isso mesmo, "merecem viver com dignidade" e não viver sempre no medo, na insegurança. 

Junto da mensagem, uma foto do Papa junto de alguns meninos de outras etnias, para mostrar que no fundo, sejam mexicanos ou americanos, negros ou brancos, todas as pessoas merecem "viver com respeito".

Um pedido emotivo de uma menina que, por amor aos pais, se encheu de força e conseguiu levar sua mensagem junto do Papa. Agora, a bola está do lado dele mas o drama da imigração ilegal nos Estados Unidos já está sendo discutido nesta visita do Papa pelo país. Tudo por culpa de uma menina de cinco anos. 

Até onde irá o poder da #Religião? Vocês acreditam que a coragem de Sophie será recompensada? Partilhem as vossas opiniões nos comentários mais abaixo.  #Blasting News Brasil