O caso insólito aconteceu nos Estados Unidos. Como informou canais como a “Fox” e o “New York Times”, uma mulher negra está acusando os policiais de Nova Iorque de racismo, solicitando agora uma grande indenização pela semana que ela teve que passar num centro de psiquiatria.

Tudo aconteceu quando Kamilah Brock estava dirigindo seu BMW e foi mandada parar pelas autoridades locais, pois ela estava nesse momento dançando parada em um semáforo. Os policias a mandaram para a esquadra e o no dia seguinte ela, sem ter conhecimento, foi enviada para o hospital psiquiátrico, onde foi obrigada a tomar vacinas de lítio.

Os casos de racismo, sobretudo entre policiais e cidadãos, estão aumentando todos os dias nos Estados Unidos e parece que a tendência é para seguir aumentando.

Publicidade
Publicidade

Dessa vez, uma mulher negra foi internada porque os policiais diziam ter a certeza que era impossível ela ter um BMW, sem razão nenhuma, como afirmam os advogados da vítima. Kamilah Brock garante que desde o primeiro momento as autoridades não acreditavam que ela era a dona desse BMW e só poderia ser por causa de seu tom de pele.

Depois de ter ido à esquadra de Nova Iorque, a mulher voltou a se apresentar, mas dessa vez foi encaminhada para um hospital psiquiátrico, sem dar qualquer tipo de explicações, colocando-a em uma ambulância até Harlem Hospital. Kamilah esteve nesse centro durante oito longos dias, onde foi submetida e completamente obrigada a vacinas de lítio diárias, algo que provoca uma drástica mudança física no corpo de seus pacientes e é normalmente usada para tratar pessoas consideradas “desequilibradas” e perigosas para a sociedade.

Publicidade

Recorrendo a muitas entrevistas televisivas, a mulher quer agora processa quem a mandou para o hospital sem razão nenhuma, considerando essa ato, para além de altamente racista, desumano e perturbador. O site “Notícias ao Minuto” informa que os advogados da vítima garantem que, se ela fosse branca, nada disso teria acontecido. Tal como aconteceu em crimes anteriores envolvendo policiais, essa história está chocando milhões de pessoas ao redor do mundo. #Crime #Blasting News Brasil #Casos de polícia