Devido à enorme #Crise dos refugiados, que estão invadindo toda a #Europa, as maiores gangues do tráfico internacional de drogas estão sendo obrigadas a mudar suas rotas normais no tráfico, usando agora Portugal como forma de levar o produto a toda a europa. Segundo informou o site “Notícias ao Minuto”, desde que começou toda essa crise, devido à guerra que está ocorrendo na Síria, as autoridades portuguesas já conseguiram apreender mais de 3,5 toneladas de drogas. Nesse momento Portugal pode mesmo ser uma das rotas favoritas das maiores gangues de tráfico de drogas do mundo, porque na Síria, Turquia e Paquistão, as ações militares obrigaram esses criminosos se adaptarem.

Publicidade
Publicidade

Além do risco de entrarem terroristas enviados pelo Estado Islâmico para a Europa, essa enorme crise dos refugiados está provocando mudanças drásticas na forma de trabalhar dos maiores criminosos que estão atuando nesse momento na África e também na Europa. Segundo o jornal “ Jornal de Notícias”, as rotas de sucesso das gangues de droga estão sendo comprometidas por causa dos milhões de refugiados, por isso tiveram que arranjar outro canal.

Dada sua posição geográfica, Portugal está sendo agora apontado como o local favorito para fazer entrar muitas toneladas por semana de droga ilegal em território europeu. Esse fenômeno já está sendo notado pelas autoridades portuguesas, visto que nessas últimas semanas, uma quantidade grande de drogas foi apreendida em várias embarcações.

Publicidade

Segundo afirma o site “Notícias ao Minuto”, as autoridades locais já conseguiram identificar alguns responsáveis por esse tráfico.

Desde a Segunda Guerra Mundial, tantos refugiados não saiam do seu país para fugir de uma guerra que está matando milhares de pessoas por dia, o que leva muitos países europeus a terem que se adaptar a uma nova realidade social. Alemanha e Suécia estão recebendo milhões de refugiados nesses últimos meses, enquanto outros países menores, como Portugal, estão sendo escolhidos pelas maiores gangues mundiais para fazerem seu negócio ilegal, como alternativa às suas rota habituais, que estão completamente cercadas por militares que estão tentando controlar os refugiados desesperados. #Violência