Um novo tremor foi sentido nesta segunda-feira (21), no Chile. O geológico americano USGS afirmou que a magnitude foi de 6,7 graus. As regiões mais atingidas foram: Coquimbo, Valparaíso e a capital, Santiago, no norte e centro do Chile, que já havia sido atingida na quarta-feira passada pelo terremoto de 8,4 graus de magnitude, causando as mortes de 13 pessoas.

Esse #Terremoto de 6,7 graus de magnitude é uma réplica do terremoto principal, considerado de maior dimensão registrado hoje, após outro de 6,2 graus, que ocorreu ás 2h39, e mais outro de 6 graus, às 12h37 locais, esses três tremores não ocasionaram vítimas ou danos visíveis, informaram as autoridades chilenas.

Publicidade
Publicidade

O terremoto ocorreu na região de Coquimbo, a 18 quilômetros ao norte de Los Vilos. A nova réplica ocorreu por volta das 14h39, com epicentro localizado no mar, afirma o Centro Sismológico Nacional, da Universidade do Chile. Em Valparaíso, os tremores foram de intensidade de 6 graus e, em Santiago, o tremor chegou a 4 graus na escala de Mercalli. O Escritório Nacional de Emergência do Chile (ONEMI) afirma que não há possibilidade para formação de um novo tsunami.

No último domingo, 20, autoridades do Chile informaram que os danos com o terremoto e o tsunami, que atingiu o norte e o centro do Chile na quarta-feira da semana passada, superaram a marca de 6.400 afetados. O fenômeno deixou 13 mortos, cinco desaparecidos e 14 feridos.

A Onemi afirma que, ao todo, 647 moradias ficaram destruídas, 1183 famílias sem energia elétrica e 2400 sem água.

Publicidade

As autoridades do Chile esperam que até sexta-feira desta semana, dia 25, tenham cadastrado todas as pessoas atingidas pelo terremoto e o tsunami. Equipes ainda fazem buscas dos desaparecidos e ajudam os feridos.

O governo alerta aos chilenos que todos que moram próximo ao epicentro deixem o litoral e busquem regiões mais altas. O Centro de Alerta de Tsunami de Pacifico emite sinais de alerta após os tremores para todo o Chile e países próximos, como: Peru, Equador, além da região do Havaí (EUA).      #Natureza #Blasting News Brasil