Ocorreu em Dagenham, no subúrbio de Londres, na Inglaterra, uma agressão que está chocando o país. Um garoto de apenas 16 anos está sendo tratado no Hospital com múltiplas queimaduras no rosto e nos olhos, desde a última sexta-feira, dia 4, após ter sido vítima de uma bárbara agressão.

As imagens captadas pelas câmeras de segurança do local já foram divulgadas pela polícia londrina. No vídeo, é possível ver três homens batendo no garoto e, no final, jogando um líquido na face do menino. Os médicos que atenderam o rapaz confirmara se tratar de um produto bem tóxico, responsável pelas queimaduras graves na vítima. 

A polícia investiga o caso e, graças a estas imagens, poderá identificar os homens que bateram selvaticamente no menino.

Publicidade
Publicidade

E é esse, no momento, o esforço dos policiais londrinos, enquanto os médicos tentam minimizar os danos ocorridos no rosto do garoto. 

No vídeo, se vê também o menino sendo atirado para o chão pelos três homens, todos com forte aparência física, que deram vários murros e pontapés, deixando o menino estirado no chão. No final, se vê um dos homens tirando do bolso do casaco um frasco e jogando um líquido misterioso na face do garoto, enquanto era socado por outro homem. As imagens são chocantes e mostram toda a #Violência deste crime bárbaro

A polícia não identificou ainda os agressores, mas também não revela a identidade do garoto, que está sendo protegido também pela justiça, pois as motivações que levaram a este crime ainda são desconhecidas.

O menino continua internado no hospital de Londres.

Publicidade

Os médicos ainda não revelaram qual o produto químico que foi jogado no rapaz. Segundo eles, serão as análises forenses que vão identificar que líquido é esse, e quais os danos que podem ficar como consequência no rosto e na visão do menino. Para já, o jornal Mirror adianta que deve ser uma substância corrosiva, o que explica as queimaduras severas que o garoto sofreu. 

Os policiais procuram prender os agressores e pedem ajuda da população. Por isso mesmo, estão passando este vídeo em vários locais, na tentativa de alguém reconhecer os homens que a polícia descreve como: "brancos, grandes e com idades entre quarenta e cinquenta anos".  #Europa #Blasting News Brasil