Milhões de imigrantes brasileiros estão vivendo em território europeu e correm o risco de seus países serem atacados nos próximos anos pelo #Estado Islâmico. Tal como garante a imprensa internacional, o maior grupo terrorista do mundo revelou nova execução de um “infiel” na Síria, assassinando ele de uma forma completamente desumana e cruel, igual como pretendem fazer com os cristãos que estão vivendo na #Europa. Dessa vez, o Estado Islâmico esmagou um jovem de 19 anos, que estava lutando pela paz na Síria, com um tanque de guerra, demonstrando assim que o grupo tem cada vez menos respeito pela condição humana.

Assim como a Blasting News Brasil informou há poucos dias, o Estado Islâmico está infiltrando milhares de soldados terroristas para assassinar o maior número de cristãos possíveis, conseguindo assim que o islamismo, começando pela Europa de Leste, seja a religião dominadora nesses países, onde estão trabalhando milhares de imigrantes brasileiros.

Publicidade
Publicidade

Como é possível verificar em mais uma execução realizada por esse grupo terroristas, partilhada pelo Estado Islâmico para todas as principais cadeias internacionais de informação, seus soldados não têm qualquer tipo de respeito pela vida humana, conseguindo arranjar sempre um jeito novo de desrespeitar a dignidade e honra.

Dessa vez, e depois de já terem queimado e afogado centenas de infiéis, um jovem morreu esmagado por um tanque de guerra, naquele que é possivelmente o vídeo mais perturbador de todos os divulgados por essa organização. Estarão eles passando uma mensagem forte para os aliados europeus dos Estados Unidos, mas também para os cristãos que estão vivendo na Europa?

A informação que está circulando faz pensar que sim e com essa crise enorme crise de refugiados que está acontecendo na Europa, o Estado Islâmico está conseguindo entrar com mais facilidade do que nunca nos maiores e mais importantes países europeus, que representam a União Europeia.

Publicidade

Por isso mesmo, as autoridades europeias estão mais atentas que nunca e pretendem agora controlar todas as pessoas que estão entrando em território europeu, ao contrário do que estava inicialmente previsto. Mas não será tarde de mais? Estarão nossos imigrantes já em risco? #Terrorismo