Um menino de 9 anos das Filipinas recebeu milhares de doações, após ser visto estudando na calçada em frente a franquia de lanchonetes americana, aproveitando a luz da loja, o garoto foi fotografado há três meses fazendo sua lição de casa.

Em matéria publicada pela BBC, onde a história de Daniel de Cabrera foi divulgada, demonstrando o esforço do menino matriculado na 6º série do ensino fundamental, diversas doações começaram a surgir. A matéria do site relata como a vida de toda a família de Daniel mudou após o garoto ter sido fotografado e ter se tornado famoso nas redes sociais do mundo todo. Segundo sua mãe eles moravam em uma casa alugada e com a divulgação inesperada já teria recebido ajuda para montar uma barraca para comercializar lanches.

Publicidade
Publicidade

Uma das mudanças mais comemoradas pela família do garoto, foi o fato dele não necessitar mais de estudar nas ruas, já que agora podem manter o garoto num ambiente mais seguro com uma lan house, para suas pesquisas e estudos para seu aprendizado complementar à escola.

Até pouco meses atrás a casa da família de Daniel foi destruída por um incêndio numa das favelas nas Filipinas, sendo obrigados à viverem dentro do supermercado onde sua mãe trabalhava como atendente recebendo R$ 5,60 por dia trabalhado. Como a noite não tinham à disposição luz no local, foi improvisada uma mesa próximo a lanchonete da franquia americana McDonald´s, onde garoto pudesse aproveitar da luz emitida pelos luminosos e interior da lanchonete.

Para complementar a renda familiar a mãe do esforçado garoto, também fazia hora extras de trabalhos prestando serviços na residência dos proprietários do supermercado que lhe foi cedido como moradia, além de vender cigarro e guloseimas nas ruas das Filipinas.

Publicidade

Aos poucos, o post com a foto do menino estudando foi compartilhada em mais de sete mil perfis na rede social mais acessada do mundo. Os comentários nas mais variadas línguas, elogiaram os esforços do garoto. Após a morte do pai, o menino decidiu ser policial. Sua mãe disse se sentir abençoada por Deus com as doações e a ajuda para pagar o aluguel de U$ 45 mensais. #Educação #Comunicação #Comportamento