Jennifer Lawrence, Reese Witherspoon, Kim Kardashian Oeste e Steve Carell estão entre as celebridades que se inscreveram na campanha. Julianne Moore disse que ela e seus colegas estavam "chocados e tristes com a perda de vidas, e do aumento diário da violência armada em nosso belo país".

O grupo tem como objetivo mobilizar os eleitores para apoiar medidas de segurança como o melhor controle de fundo para compradores de armas. Julianne Moore será a presidente do novo grupo, chamado de ''O Conselho Criativo Everytown'', que é afiliado com Everytown para a Segurança Gun, uma campanha das comunidades de base que tem três milhões de membros nos EUA.

Publicidade
Publicidade

"Eu tenho que fazer alguma coisa"

Julianne Moore disse a revista People que ela estava inspirada para agir depois de ter sido horrorizada em 2012, com tiroteios na escola primária, Sandy Hook, na qual 20 crianças e seis adultos morreram. "Eu disse ao meu marido: 'Eu tenho que fazer alguma coisa. Esta é a única coisa que eu preciso dizer algo sobre. Esta é a minha responsabilidade", disse Jullianne.

A atriz disse ainda que ela passou por seu livro de endereços em ordem alfabética perguntando quem queria estar envolvido na campanha. As 80 celebridades de Hollywood assinaram uma promessa que diz: "Ao assinar nossos nomes a esta declaração, nós nos comprometemos a usar a nossa criatividade e visibilidade nos próximos meses para ajudar a impulsionar uma verdadeira mudança.

"Embora estes são apenas os primeiros passos, comprometemo-nos a usar nossas vozes, onde e quando podemos, fazendo a nossa parte para ajudar a mobilizar mais americanos para ajudar a salvar vidas da violência armada".

Publicidade

Os membros do conselho irão convidar seus fãs para se envolver e participar de eventos com o Everytown, incluindo brainstorming de novas abordagens para crescer o movimento ''prevenção da violência armada''. Apos o atentado na escola primária Sandy Hook em 2012, que deixou no total 26 mortos, Julianne Moore pretende com a campanha obter uma maior segurança e controle de armas no país. #Famosos #EUA #Blasting News Brasil