Um homem indiano foi morto na última segunda-feira, dia 28, por moradores de um vilarejo, que fica no norte da Índia, por suspeita de consumo de carne de vaca. Tudo aconteceu devido a rumores de que a família de Mohammad Akhlaq havia armazenado carne provinda deste animal. 

A tragédia ocorreu por volta das 22h30 na cidade de Dadri, quando a família de Mohammad Akhlaq estava se preparando para dormir, moradores começaram a invadir a casa, armados com foices e paus, acusando-os de terem abatido uma vaca e consumido sua carne. Eles encontraram carnes na geladeira, porém, a família afirmou ser de carneiro e não de vaca. Mas eles não deram ouvidos, arrastaram Mohammad para fora e lhe empunharam socos, puladas e pontapés, deixando o homem sem vida.

Publicidade
Publicidade

O significado da vaca para o Hindu

Na religião hinduísta a vaca é considerada sagrada, e, com isso, inviolável, ou seja, não se deve matar ou comer sua carne. Na Índia, 80% da população, dos 1,2 bilhões de pessoas, são adeptas ao Hindu. Uttar Pradesh é um estado da Índia que proíbe o abate de vacas e o consumo da mesma. A família de Mohammad é a única muçulmana no vilarejo, mas já estão morando há quatro gerações lá, e nunca antes tiveram algum problema, é o que relata o irmão mais velho da vítima.

Com a morte de Mohammad, a polícia começou a investigar os culpados pela crueldade. Dois Sacerdotes do templo Hindu foram presos e outros quatro fugiram. A polícia quer saber o quanto eles influenciaram a multidão na morte do homem. 

As prisões despertaram maior agitação. Protestos contra a ação da polícia logo se tornaram violentos.

Publicidade

Pessoas incendiaram veículos e vandalizaram lojas nas proximidades. A polícia teve de recorrer a disparos para o ar para colocar a situação sob controle. Uma pessoa ficou ferida.

A situação na região ainda era tensa na terça-feira, 29, e as forças adicionais foram destacadas das áreas vizinhas para ajudar a controlar os ânimos. Toque de recolher não foi imposto, mas ruas estavam desertas e as lojas permaneceram fechadas. 

Agora, a família com medo não quer mais viver em Dadri, e pensa em mudar para outra região para não sofrer ameaças. #Animais #Religião #Blasting News Brasil