A vida de José Mourinho está cada vez pior. Depois do pior início de temporada da carreira de um dos melhores técnicos do mundo ao serviço do Chelsea, onde o time está muito mal classificado, Mourinho foi filmado por um garoto de 14 anos nas ruas de Londres com a "cabeça completamente perdida".

Como informa o jornal “The Sun”, o jovem Nahmmacher estava muito feliz por ver um dos seus grandes ídolos na rua ao seu lado, decidindo assim eternizar o momento com seu telemóvel. Porém, o menino com certeza não estava aguardando a agressão a que foi alvo por parte de Mourinho, que o empurrou.

Depois de os rumores de sua dispensa se tornarem mais fortes e prováveis, José Mourinho também se mostra completamente perdido fora dos gramados.

Publicidade
Publicidade

Em uma atitude completamente insólita por parte do técnico do Chelsea, ele agrediu um jovem fã do seu time, que apenas estava filmando ele na rua, algo que não constitui nenhuma ilegalidade.

“Eu só queria uma fotografia com ele. Eu sou seguidor do Chelsea desde que nasci e apenas queria guardar aquele momento tão especial na minha vida. Eu não interrompi a sua conversa no celular, nem fiz nada de mal. Apenas queria que ele passasse à minha beira. Fiquei completamente chocado quando ele me empurrou daquele jeito”, confessou Nahmmacher ao jornal “The Sun”. Desde que a matéria foi lançada, as críticas ao comportamento de Mourinho estão crescendo cada vez mais, sobretudo nas redes sociais.

Por enquanto, não se sabe se a criança pretende apresentar queixa de José Mourinho, algo que poderia fazer visto já que tem todo o incidente filmado em seu telemóvel.

Publicidade

Contudo, a imagem pública do polêmico técnico só vai piorar depois deste triste episódio, visto se tratar somente de um garoto, fã do Chelsea, que não tinha intenção nenhuma de perturbar o treinador.

Conhecido por ser um pouco arrogante, mas ao mesmo tempo genial, a verdade é que o famoso técnico está perdendo cada vez mais seguidores, que se sentem desiludidos com os últimos meses do técnico, quer a nível profissional, quer, agora, a nível pessoal.

  #Blasting News Brasil #Futebol Internacional #Casos de polícia