A informação é do jornal inglês Mirror, que garante que a polícia britânica está investigando uma fotografia de um homem carregando uma menina no colo, na mesma noite em que Madeleine McCann desapareceu. Essa criança que pode muito bem ser a menina inglesa de três anos que desapareceu em 2007, em Portugal. Na altura, um detetive português, Gonçalo Amaral, pediu para analisarem essas fotos, mas acabou sendo suspenso do processo. Mas neste domingo, dia 26, o Mirror avança com a notícia de que a polícia britânica tem nas suas mãos as imagens que um fotógrafo captou que podem muito ser da pequena Maddie. 

Os anos se passam, mas a investigação não para.

Publicidade
Publicidade

Em 2007, Gonçalo Amaral era o detetive responsável pela investigação em Portugal e pediu para procurar tudo no apartamento de Wojciech Krokowski, o fotógrafo que vivia na casa do lado de onde sumiu a menina inglesa. O polaco acabou sendo mesmo declarado suspeito porque tinha várias fotografias de crianças na sua câmera fotográfica, mas foi ilibado de culpa. 

Entretanto, outras polêmicas foram acontecendo e o detetive português acabou sendo afastado da investigação. Ele que ficou famoso por ter culpado os pais de Madeleine por terem envolvimento no desaparecimento da menina. Madeleine tinha três anos quando desapareceu de casa, enquanto seus pais médicos, Gerry e Kate, jantavam fora junto com amigos. 

Da menina lourinha nunca mais se soube nada. Até agora quando Wojciech Krokowski contou para o Mirror que a polícia britânica pediu as fotos que ele tirou nessas férias no Algarve, em Portugal, quando foi vizinho da família McCann.

Publicidade

Uma das fotografias mostra um homem carregando uma criança dormindo no colo, que pela descrição podia mesmo ser a pequena Maddie.

A imagem parece a de um homem raptando uma criança, diz o jornal inglês. A confirmar-se, a polícia britânica pode dar um passo enorme para descobrir o que aconteceu na noite de 3 de maio de 2007 e para desvendar quem pegou a menina e o que fez com ela. 

O fotógrafo Wojciech Krokowski que até foi considerado suspeito pelo polícia portuguesa diz estranhar a investigação britânica não ter feito nada antes, nem tão pouco terem pedido as fotografias que ele tinha dessas férias em Portugal. 

A investigação continua agora com novos desenvolvimentos, quando os ingleses acreditam estar mais perto do que nunca de descobrir o que aconteceu com Maddie.  #Europa #Casos de polícia