Uma mulher mexicana colocou uma fotografia no Facebook mostrando uma possível tortura ao próprio filho. Na fotografia se vê um bebê com as mãos atadas e a boca tapada com fita adesiva, o que foi prontamente denunciado pelos usuários dessa rede social. A imagem foi colocada nas definições como 'pública', ou seja, todo o mundo a pode ver, incluindo todas as pessoas que não são amigas na rede da mãe do menino. 

A repercussão está sendo tão grande que até a polícia já está investigando esse caso, como avança o jornal Mirror em suas notícias. Depois que alguns meios de comunicação locais começaram divulgando a imagem e partilhando a história, a mulher, que se chama Rosa, acabou por apagar sua publicação.

Publicidade
Publicidade

Mas na internet de pouco vale o arrependimento. Na hora que a mulher apagou, já estava bem divulgada e não tinha mais volta. São muitas as pessoas indignadas e comentando essa situação bem complicada.

É que a avaliar pela imagem, o primeiro cenário que se imagina é o de maus tratos. No Facebook, as pessoas saíram insultando essa mãe, condenando ela por aplicar um castigo tão severo a um menino tão pequeno. O filho de Rosa não aparenta ter mais do que dois anos e a fita adesiva nas mãos poderá ter sido para não se mexer, e na boca para não fazer barulho, comentam os usuários do Facebook, considerando muito pesado para o bebê

Pior que tudo isso, é a desfaçatez dessa mãe que publica a imagem do possível crime de #Violência infantil e maus tratos. Por isso mesmo, há quem acredite que tudo isso não passou de uma brincadeira.

Publicidade

Ou isso ou essa mulher não conhece bem a lei e pode estar metida em uma verdadeira encrenca. 

Após apagar essa foto, a mulher se apressou a explicar sua versão dos acontecimentos. Rosa nega qualquer agressão, garante que nem ela nem o marido se aperceberam que estavam colocando a foto para todo o mundo ver e lamenta que a privacidade de seu filho esteja abalada nesse escândalo. "Meu bebê está bem e tudo isso não é o que parece. Nós estávamos brincando", declarou a mulher, citada pelo jornal Mirror.  Rosa declara mesmo que não estava sozinha com o bebê e que toda #Família estava presente nesse momento de brincadeira. 

Certo é que ela e seu marido estão sob investigação pela Agência do Ministério Público e Ofensas Sexuais, como confirmaram as autoridades. 

E o que pensa o leitor de tudo isso? Será brincadeira ou maus tratos mesmo? Mas, mesmo se tratando de brincadeira não será um pouco demais? Deixe a sua opinião nos comentários em baixo.