Grace tem apenas três anos e somente um desejo para esse Natal. A menina inglesa que ninguém quer adotar, deseja ganhar uns "pais de verdade" e uma mãe que a ame. A mensagem de Grace está comovendo a Inglaterra e as autoridades acreditam que a menina possa ser finalmente adotada. Após nascer prematura e apesar de todos os diagnósticos contra, a criança tem sido uma lutadora nessa vida e continua vencendo. Só falta mesmo ganhar uns pais, um pedido que contou ao jornal Mirror, nessa quinta-feira, dia 22. 

Quando nasceu nas 25 semanas de gravidez, o futuro não parecia nada risonho para a menina das Midlands, na Inglaterra. Sua mãe biológica sofreu um acidente e ficou com uma lesão cerebral.

Publicidade
Publicidade

Para se complicar mais ainda teve pré-eclâmpsia grave durante a gestação, o que antecipou o parto. A bebê nasceu com 25 semanas e com apenas 589 gramas. 

Os médicos não esperavam a recuperação da menina que cedo começou mostrando muita força mas também muitas doenças. Grace sofre de paralisia cerebral e doença pulmonar crônica. Sua mãe biológica não pode tomar conta dela, por não apresentar condições pela lesão cerebral e a menina foi entregue, ainda bebê, para Jill e Paul, que têm tomado conta dela até que apareçam uns pais para adotarem ela. 

O trabalho de Jill e Paul vem sendo muito elogiado e pelos últimos 19 anos tomaram conta de 40 crianças, mas admitem que Grace é um caso bem especial. "Sentimos medo desde início", sem saber se seriam capazes de tomar conta de uma criança que precisava de cuidados especiais.

Publicidade

A verdade é que têm conseguido e para uma criança que "nunca iria caminhar", como disseram alguns médicos, Grace é bem mexida e agitada. "Está sempre correndo e pulando", conta a mãe Jill, de 57 anos, ao jornal Mirror. 

Seus cuidadores mal acreditam como essa menina tem evoluído e driblado todas essas doenças. Mas a verdade é que ninguém quer adotar Grace. Culpa das doenças, mas também algo desconhecido. Grace continua sendo doente, e seu estado se agrava principalmente durante os meses de inverno. "Todos queremos filhos perfeitos e Grace é um desafio constante. Mas, no seu jeito único, ela é perfeita", contou a mãe cuidadora. 

#Família #sistema de saúde