Morreu a menina inglesa que, durante uma visita em casa de seu pai, pegou um isqueiro do pai e ateou fogo no vestido acidentalmente, acabando por morrer 19 dias após o acidente. Keira-Leigh Garland viajou até Wirral, na Inglaterra, para ver seu pai, que estava separado da mãe e vivia com a namorada e um outro filho de quatro anos, em um apartamento.  As autoridades alertam agora para que os adultos redobrem os cuidados na hora de esconder os isqueiros e manter eles bem afastados das crianças. 

É uma mensagem de segurança que está passando na Inglaterra, mas que serve para todo o mundo ver. A tragédia de Keira-Leigh Garland não pode passar em claro e não pode ser apenas recordada por sua #Família.

Publicidade
Publicidade

O médico legista Andre Rebello revelou nesta sexta-feira ao jornal Daily Mail sobre a importância das crianças estarem em segurança longe dos isqueiros. 

O veredicto do médico foi simples e sem qualquer nota de culpa para o pai da menina. Para o doutor Andre Rebello, se tratou de uma "morte acidental", mas não deixou de passar um advertimento sobre os perigos de crianças terem contacto com isqueiros ou outros equipamentos inflamáveis. "As crianças nunca devem ter acesso a tais dispositivos", falou o médico legista ao jornal Daily Mail, e que a responsabilidade de manter as crianças em segurança desses equipamentos cabe aos pais. 

O pai de Keira-Leigh, Sam Garland, teria se distraído por pouco tempo, mas o suficiente para a menina de apenas seis anos encontrar um isqueiro em cima de um guarda-roupa e atear fogo em seu vestido de algodão.

Publicidade

Sam ouviu a menina gritar e saiu correndo, para encontrar ela ardendo em chamas. O vestido e o cabelo da menina ardiam e Sam tentou apagar o fogo com suas próprias mãos, ficando com várias queimaduras. Chamaram a assistência e colocaram Keira-Leigh em água gelada, enquanto aguardavam os paramédicos. A menina ainda resistiu, mas sua luta terminou no final de 19 dias de internamento. 

Keira-Leigh não sobreviveu após ficar com mais de 66% de seu corpo queimado e faleceu no hospital em Liverpool.  #Europa