Segundo alguns estudos realizados, metade dos leões do continente africano podem vir a desaparecer em cerca de vinte anos. A revista "Proceedings" da Academia Nacional de Ciências divulgou um estudo em que a situação do desaparecimento dos leões é principalmente crítica na África Central e Ocidental.

O continente africano possui neste momento cerca de vinte mil leões em que quase metade deste valor pode vir a desaparecer nos próximos vinte anos. O estudo foi realizado durante vinte anos perto de quarenta e sete populações todas diferentes de leões. O número de leões diminuiu em todas as populações exceto algumas comunidades no Botsuana, na Namíbia, no Zimbabué e na África do Sul. 

Philipp Henschel é um investigador que declarou que para proteger os leões é necessário muito dinheiro, mas também muito esforço.

Publicidade
Publicidade

Este investigador incluiu ainda no seu discurso o Kruger Park na África do Sul que é portador de fundos públicos significativos e que é capaz de reinvestir estes fundos para a proteção de todos os animais.

Segundo Henschel, seriam necessários cerca de dois mil dólares (o mesmo que 1800 euros) todos os anos por cada quilômetro quadrado para conseguir proteger de forma eficaz e com todas as condições necessárias os leões. A maior parte das áreas protegidas apresenta cerca de cem vezes menos fundos ou então não é capaz de reinvestir o suficiente para proteger eficazmente os leões.

O desaparecimento dos leões nos últimos anos está diretamente relacionado com o fato de que muitas zonas que deveriam ser do domínio dos leões para estes caçarem as suas presas, são em vez disso espaços utilizados para a agricultura.

Publicidade

Outra das grandes razões responsáveis pelo desaparecimento de muitos leões nestes últimos anos é o fato de muitos dos animais que constituem a alimentação dos leões (antílopes ou os búfalos, por exemplo) são mortos por vários caçadores.

Além disso, muitos são os agricultores que matam leões como proteção dos seus rebanhos. Com o avanço da medicina asiática, os ossos de tigre têm vindo a ser substituídos pela pele e ossos dos leões, uma vez que os ossos dos tigres têm se tornado bastante raros.    #Natureza