O mundo amanheceu em alerta por causa dos ataques terroristas que ceifaram a vida de quase duzentas pessoas na França. Os autores do massacre de Paris são os jihadistas do Estado Islâmico. Os mesmos atacaram a capital francesa em represália aos ataques aéreos de caças franceses e prometeram massacrar Roma, Washington e Londres.

A BBC informou em primeira mão na manhã desse sábado que um pacote suspeito, que poderia ser uma bomba, foi encontrado no terminal norte do segundo maior aeroporto de Londres. O Reino Unido já aumentou a segurança em virtude dos ataques sofridos pela França na noite de ontem e também porque, após assumirem a autoria do massacre de Paris, terroristas do #Estado Islâmico prometeram que Londres seria um dos próximos alvos dos criminosos.

Publicidade
Publicidade

O Massacre de Paris

Pelo menos oito terroristas suicidas, sete deles com cintos repletos de explosivos, foram mortos em Paris. O grupo de jihadistas fortemente armados fizeram cerca de sete ataques, os principais dentro de um restaurante e da casa de shows 'Bataclan'.

No restaurante dezenas de pessoas ficaram feridas e outras foram mortas. Um brasileiro levou três tiros nas costas e precisou passar por uma cirurgia de emergência. Não se sabe o estado de saúde do arquiteto até o momento. A única informação adicional passada pelo Consulado do Brasil na França, é que o cidadão brasileiro estava no país para participar de eventos profissionais e que em breve regressaria.

No momento das execuções, ele jantava com amigos, incluindo uma estudante brasileira, que levou um tiro de raspão. Na casa de shows 'Bataclan' acontecia um show de rock de uma banda americana quando jihadistas adentraram o local atirando.

Publicidade

Mais de cem pessoas foram mortas. O grupo de atiradores fizeram vários reféns na casa de espetáculos e o cárcere só terminou quando agentes da SWAT adentraram o local e mataram três terroristas, libertando os reféns.

União de potências mundiais

Estados Unidos e Rússia ofereceram ajuda para combater o #Terrorismo depois do triste episódio da noite de sexta-feira, 13. A notícia gerou temor na maior parte da população, que teme que com a união das duas maiores potências bélicas do mundo, ocorra a terceira guerra mundial. Vários países já manifestaram apoio à França e ofereceram ajuda para combater o terrorismo. #Ataque