Esta é mais uma daquelas histórias que se lê na Internet e parece mentira, mas o fato realmente ocorreu, na Rússia, que infelizmente, possui um grande número de #Cães abandonados.

A cadela Shavi vivia apenas como mais um cão de rua, entre tantos outros, na cidade de Rostov-on-Don, localizada no sudoeste da região russa de Rostov Oblast, até que um acidente quase lhe custou a vida. Shavi foi atropelada por um motorista em pleno inverno russo, que ao invés de socorrê-la, abandonou-a no local para morrer, pois estava com vários ferimentos graves pelo corpo, e ambas as patas traseiras quebradas.

Quando parecia que o destino de Shavi já estava traçado, pessoas que passavam pelo local resgataram a cadela, levando-a a um veterinário para tratamentos iniciais e cirurgia.

Publicidade
Publicidade

Mais tarde, fizeram um pedido de ajuda online, para encontrar alguém que pudesse cuidar do animal, até que sua saúde estivesse restabelecida. Segundo a mídia russa, a única pessoa que respondeu ao apelo foi Nina Baranovskaya, de 26 anos, residente da cidade de Rostov-on-Don.

Após a cirurgia bem-sucedida de Shavi, Nina levou-a para sua casa e passou todo o tempo de recuperação da cadela cuidando de sua saúde, ensinando alguns comandos básicos e brincando, até que ela pudesse andar novamente. Durante este período, Shavi precisou usar fraldas e apresentou traumas psicológicos, demonstrando medo sempre que via outros cães ou pessoas desconhecidas pela rua, enquanto reaprendia a caminhar com Nina.

Uma surpresa incrível

No entanto, Nina não poderia ficar com Shavi por um período muito longo, pois tem uma filha, outros #Animais de estimação e vive em um apartamento pequeno.

Publicidade

Para ter certeza de que a cadela seria bem cuidada durante sua vida, Nina enviou-a para pessoas com condições de mantê-la, que residem na região de Voronezh Oblast, a quase 300 km de distância. O problema é que, após alguns dias em seu novo lar, Shavi fugiu e desapareceu.

Os novos donos de Shavi ligaram para Nina, desesperados e sem saber o que fazer, e a situação permaneceu assim por 2 semanas, até que algo surpreendente aconteceu. Enquanto andava pelas ruas de Rostov-on-Don, Nina sentiu algo tocando em sua perna, e para sua surpresa, ao olhar, era a cadela Shavi. Especialistas consultados pela imprensa local afirmaram que, caminhando, um cão realmente levaria mais ou menos o tempo que Shavi levou para percorrer essa distância.

Nina ficou extremamente emocionada, e agora, está procurando por um apartamento maior, já que não pretende se separar nunca mais desta amorosa e grata cadela. #Curiosidades