Morreram este sábado 224 pessoas que seguiam a bordo de um Airbus A321 (que pertencia à Metrojet, Kogalimavia) com destino a São Petersburgo na Rússia. Este avião caiu na cidade egípcia de Al-Arish pouco tempo depois de ter levantado voo de Sharm el-Sheik. Um avião transportou os restos mortais de 144 vítimas, tendo aterrado hoje na cidade de São Petersburgo na Rússia. Muitas foram as pessoas que aguardaram no aeroporto. A ligação com o avião da companhia aérea Metrojet perdeu-se 23 minutos após a decolagem do avião do aeroporto de Sharm el-Sheikh.

Este avião, que pertence ao Ministério de Emergência da Rússia, transportou os restos mortais de 144 pessoas, tendo sido o primeiro a trazer para a Rússia os corpos das vítimas. A Metrojet já aproveitou para afirmar que apenas um impacto externo poderá ter causado a queda do avião que matou este sábado 224 pessoas cuja maior parte eram de origem russa. 

Logo após estas declarações da companhia aérea, a Agência Federal de Aviação da Rússia aproveitou para declarar que ainda é muito cedo para tirar quaisquer conclusões sobre as causas que provocaram a queda do Airbus A321 que tinha como destino São Petersburgo. Segundo Alexander Smirnov (vice-diretor-geral da Metrojet), a companhia aérea descartou um erro do piloto que comandava o avião ou uma falha mecânica do avião e desse modo concluiu que a única explicação possível para o sucedido seja um impacto externo no avião. 

Alexander Neradko (chefe da agência de aviação russa) declarou numa transmissão televisiva no Cairo que ainda era bastante cedo para a Metrojet poder tirar conclusões relativamente ao sucedido com a queda do Airbus A321.

Publicidade
Publicidade

Segundo o chefe da agência de aviação russa, as conclusões só poderão ser tiradas depois de serem analisadas tanto as caixas-pretas do avião como também os fragmentos que a queda do avião provocou. Segundo alguns dados já recolhidos, o avião partiu-se em duas partes, de tal modo que a parte mais pequena ficou queimada e a parte de maiores dimensões terá colidido com uma rocha. 

  #Acidente