O grupo terrorista '#Estado Islâmico' (EI) usou o Twitter para comemorar os ataques terroristas dessa noite de sexta-feira em Paris. Na mensagem, escrita em árabe, o grupo comemora e diz que os ataques são 'uma lição'. Acredita-se que as execuções tenham sido uma retaliação aos ataques que o grupo sofreu por parte da França. Há apenas quatro dias, aviões caças do governo francês destruíram um centro de distribuição de petróleo do EI, situado na cidade de Deir Ezzor, na Síria, país onde mais da metade do território foi dominado pelo grupo terroristas desde o começo desse ano.

A França já faz parte dos países que combatem o Estado Islâmico há quase um ano, mas foi há menos de dois meses que começou a realizar bombardeios para destruir o grupo, que tem espalhado medo e destruição por toda parte.

Publicidade
Publicidade

O autoritarismo e violência do EI é o principal motivo que tem levado milhares de árabes a viverem fugindo em condições precárias como refugiados, a fim de proteger a si mesmos e ás suas respectivas famílias.

Quando os ataques começaram, acontecia uma partida de futebol amistosa entre França e Alemanha e quando ocorreram as primeiras explosões, o presidente francês, François Hollande, foi retirado do local às presas. Perto dali, na casa de espetáculos 'Bataclan', acontecia um show da banda americana 'Eagles of Death Metal', onde estavam presentes centenas de pessoas. Sobreviventes que conseguiram fugir disseram que homens encapuzados e fortemente armados adentraram o local e já começaram a atirar contra todos. Segundo as autoridades policiais, o grupo encontra-se com pouco mais de cem reféns dentro da casa de shows.

Publicidade

Apoiadores do Estado Islâmico também estão publicando mensagens de apoio ao #Ataque através do uso da hashtag #ParisInFlames. Há pouco tempo o EI havia dito que possuía membros infiltrados entre os refugiados, a fim de conseguir entrar na Europa com mais facilidade. Nessa noite, centenas de pessoas publicam na internet mensagens de repúdio pela imigração no país, concluindo que a invasão islâmica na Europa é culpa dos refugiados. Diga-se de passagem, os refugiados só adentraram esses países porque grupos terroristas estão destruindo seus vilarejos e famílias em seus respectivos países. #Terrorismo