Foi através de um vídeo postado no YouTube que o grupo de hackers ativistas conhecido como "Anonymous" demonstrou sua indignação com os atentados do Estado Islâmico em Paris e no mundo. Na publicação, usada para advertir os terroristas, o porta-voz dos hackers fala em francês e usa uma máscara de Guy Fawkes. Ele define como "peste" os combatentes do El que se responsabilizaram pelos ataques em Paris e afirma que Anonymous de todo o mundo irão caçá-los. Fala também que irão encontrá-los e lançarão ataques cibernéticos contra o El

"Estes ataques não podem ficar impunes. Lançaremos a maior operação de todas contra o #Estado Islâmico.Preparem-se para muitos ciberataques.

Publicidade
Publicidade

A guerra está declarada!", afirmou o francês, porta-voz do grupo que só tende a crescer no mundo inteiro.

Além do atentado em Paris, o grupo El também assumiu a responsabilidade por mais dois grandes ataques no último mês: a derrubada de um avião no Egito, na qual morreram 217 passageiros e 7 tripulantes, e bombardeios em Beirute, onde 37 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas. E poderia ter sido pior, se um dos terroristas tivesse conseguido entrar no Stade de France, onde 80 mil pessoas assistiam ao jogo entre França e Alemanha. O homem bomba tinha ingresso, mas foi barrado pelo sistema de segurança do estádio. Segundo informações de um guarda, após a tentativa frustrada, o homem entrou em um túnel e acionou os explosivos ali mesmo.

Após o #Ataque da última sexta-feira (13) que matou 129 pessoas na capital da França, Paris, aeronaves francesas bombardearam Raqqa, cidade no norte da Síria que é uma das bases do grupo extremista.

Publicidade

Segundo o Ministério da Defesa francês, um posto de comando e um centro de treinamento foram destruídos. François Hollande, presidente francês, declarou que a França não terá "misericórdia" e usará todos os recursos disponíveis e permitidos na lei em resposta ao grupo de terroristas.

Qual a verdadeira intenção do Estado Islâmico? Será que existem limites para esse grupo? 

Deixe sua opinião nos comentários! #Guerra Civil