Uma garota inglesa de apenas 13 anos perdeu a vida, acidentalmente, quando tentava se vingar de seus pais por causa de uma briga que teve com eles. A jovem estudante Francesca Cushion, conhecida pelos amigos e familiares como Frankie, foi achada em seu quarto, já inconsciente, sendo declarada morta algumas horas depois no hospital da cidade. Frankie foi encontrada desacordada pelo próprio pai.

Francesca tinha uma certa deficiência e atraso mental, e estava aguardando por um atendimento psicológico específico para avaliar sua condição. A adolescente já havia passado por uma pediatra local, passando também pelo Serviço de Saúde Mental para Adolescentes e Crianças.

Publicidade
Publicidade

O médico que a atendeu informou aos pais que a garota não necessitava de tratamento psicológico ou psiquiátrico com urgência, pois não havia fortes indicativos que de Francesca tentaria fazer algum mal a si mesma ou a outras pessoas próximas. O mesmo médico diagnosticou Transtorno do Espectro Autista em Frankie, uma síndrome que dificulta a comunicação, a aprendizagem, o comportamento e socialização do indivíduo portador.

Porém, alguns dias após o diagnóstico, no dia de sua morte acidental, seu pai – que mora no subúrbio com a #Família em Woolton, Inglaterra - a encontrou já desacordada em seu quarto. O pai da menina tentou acordá-la diversas vezes, mas sem sucesso, resolveu levar Francesca para o hospital da cidade.

Colleen Nagel, mãe da garota, confirmou que sua filha batalhava por conta de sua condição mental e comportamento há aproximadamente dois anos.

Publicidade

Colleen diz que sua filha talvez tenha tentado assustá-los como forma de vingança, e não tinha a intenção de tirar a própria vida. Colleen finaliza dizendo que a família e todos os amigos da estudante estão extremamente chocados com o ocorrido, e acreditam firmemente que Francesca não desejou causar todo este sofrimento.

A mãe da jovem pontua que a filha havia tentando fugir de casa. Ainda não está claro para a polícia e para os investigadores como Francesca se suicidou. #Investigação Criminal #Casos de polícia