Em Paris, vários imigrantes portugueses aproveitaram uma tradição muito portuguesa para festejarem nas ruas, mas, tal como têm revelado as sondagens políticas, os franceses não acharam assim tanta piada. Segundo informa a Agência ECCLESIA, um grande grupo de imigrantes portugueses perderam toda sua vergonha e decidiram se juntar para festejar algo que é muito comum em Portugal, mostrando assim com muito orgulho suas raízes, tal e qual como os brasileiros costumam fazer também. Porém, esse motivo de festa causou estranheza aos franceses, que cada vez mais mostram seu descontentamento com seus imigrantes.

Tal como acontece com os milhares de imigrantes brasileiros que estão vivendo em França, também os portugueses aproveitam todas as oportunidades para se alegrarem um pouco, visto que sua grande maioria trabalha diariamente, recebendo salários bem abaixo da média, algo que até poderá ser considerado discriminação.

Publicidade
Publicidade

Contudo, em tempos de crise na #Europa, nem sempre essas manifestações de alegria são bem-vindas.

“Os imigrantes deram uma grande lição de união e fraternidade. Fiquei muito surpreendido por eles se terem reunido dessa forma nas ruas de Paris. É interessante vermos que, mesmo a milhares de quilometros de suas famílias, muitos imigrantes gostam de mostrar as tradições portuguesas aos franceses. Fiquei realmente surpreendido pela vontade revelada por nossos imigrantes”, revelou orgulhosamente Francisco Sales, um dos responsáveis pela Obra Católica das Migrações.

Com um enorme número de imigrante em seu país, os franceses parecem querer agora que a França tome um novo caminho, mostrando toda essa vontade nas mais recentes sondagens políticas, que revelam que o partido da Frente Nacional, de extrema-direita, está liderando nesse momento para formar governo dentro de pouco tempo.

Publicidade

Marine Le Pen, responsável por esse partido, tem como grande objetivo irradiar os imigrantes “bacterianos”, algo que parece agradar os franceses. Por isso mesmo, essas tradições reveladas pelos portugueses, mas também por nossos imigrantes, não são desejadas nem bem-vindas por parte da maioria dos franceses. #Trabalho #Crise migratória