A manhã dessa quinta-feira, 18 de novembro, foi marcada por uma perseguição da polícia francesa aos terroristas do bairro de Saint-Denis, em Paris. A operação iniciou-se por volta das quatro manhã (uma da manhã no horário de Brasília) e prosseguirá durante o dia a fim de encontrar Abaaoud, apontado como o mentor dos ataques terroristas contra Paris na última sexta-feira.

A polícia precisou montar um forte esquema de segurança próximo ao prédio onde acreditam que Abaaoud está hospedado, e estão aos poucos e com muita cautela, retirando os moradores do local. Há receio de que o terrorista ou seus cúmplices venham a explodir o prédio com os moradores dentro, uma vez que os radicais islâmicos não se importam em morrer ao provocar um atentado, pois segundo suas crenças, ao morrerem por allah, homens serão recebidos no paraíso por setenta e duas virgens e terão 80 mil servos (Livro de Sunan, volume IV), e as mulheres se tornarão noivas de allah.

Publicidade
Publicidade

Ainda na madrugada, ouve-se explosões e tiros no local da operação. A polícia informou que um terrorista foi morto e uma mulher bomba acionou os dispositivos em sua roupa e se explodiu durante a fuga. Ninguém ficou ferido na explosão. Desde o inicio da operação antiterrorismo, sete suspeitos foram presos e cinco policiais sofreram algum tipo de ferimento durante as ações.

O cachorro da polícia foi morto ao invadir um apartamento dos terroristas. Não foi informado se esse terrorista que matou o cachorro é o mesmo que morreu ou se é um dos sete detidos. A policia divulgou em seu Twitter oficial o assassinato do cão antibomba francês.

Cerca de vinte linhas de ônibus foram desviadas. A polícia também interditou diversas vias e as aulas em escolas e universidades da região foram suspensas. Segundo testemunhas, a troca de tiros durou cerca de uma hora e meia.

Publicidade

As autoridades policiais envolvidas na operação informaram que não esperavam a resistência violenta dos supostos terroristas. Um dos homens presos estava semi nu.

Saint-Denis

Ao contrário da badalada e glamourosa capital atingida pelos atentados na semana passada, o bairro de Saint-Denis, que fica ao norte de Paris, é bem pacato e humilde, onde a maior parte dos moradores são famílias de baixa renda. Acredita-se que os terroristas do país tenham escolhido bairros 'fora de suspeita' para se hospedarem e arquitetarem seus planos terroristas sem serem notados. #Terrorismo #Ataque #Estado Islâmico