O Serviço de Segurança da Suécia, Säpo, está investigando emails com ameaças contra o parlamento e o governo sueco, que foram recebidos na tarde da segunda-feira, 16. Segundo o site Global News, o porta-voz da polícia da Säpo, Fredrik Milder, disse que a ameaça por email foi recebida por alguns funcionários da segurança na tarde da segunda e que "muitos outros" funcionários também receberam emails semelhantes.

As ameaças contra o governo da Suécia 

Hanif Bali, político do Partido Verde (comumente chamado na Suécia de Miljöpartiet" ou MP) que representa o partido Moderado de centro-direita, postou a notícia em seu Twitter na tarde de ontem. 

A assessora de imprensa do Serviço de Segurança, Sirpa Franzén, confirmou ao jornal Aftonbladet que "foram enviadas à polícia sueca e a outros ameaças de #Ataque contra o parlamento para esta terça, 17".

Publicidade
Publicidade

Detalhes dos emails não foram divulgados, mas continuam sendo investigados.

Cidade que é a maior fonte de recrutamento do Estado Islâmico fica na Suécia

De acordo com Ulf Boström, chefe de integração da polícia sueca, a cidade de Gotemburgo, localizada na parte ocidental da Suécia, é - per capita -  a cidade europeia em que mais pessoas se juntaram aos grupos extremistas, principalmente ao Estado Islâmico.

Estatísticas divulgadas anteriormente pela Säpo sugerem que mais de 300 suecos nativos deixaram o país para se juntar aos extremistas na guerra contra Síria e Iraque. Desses 300, 40% deles saíram da cidade de Gotemburgo, o que faz com que a cidade seja a que contribui com o maior número de pessoas que se juntam aos radicais extremistas, segundo Boström.

Segurança para o jogo de Dinamarca e Suécia foi reforçada

Hoje acontece no estádio Telia Parken, em Copenhague o jogo de volta entre Dinamarca e Suécia em que uma das seleções será classificada para a Eurocopa 2016.

Publicidade

No jogo de ida da repescagem, a Suécia ganhou da Dinamarca por 2 a 1 na Friends Arena (Suécia) no último sábado, 14. A seleção sueca precisa apenas de um empate para se classificar para a Euro. 

Após os ataques que aconteceram em Paris na sexta-feira, 13, a segurança para o jogo de hoje foi reforçada. Em Paris, pelo menos um homem-bomba tentou entrar no Stade de France, onde acontecia o jogo entre França e Alemanha, com 79 mil pessoas presentes. Barrado por não ter ingresso, ele e mais dois homens detonaram seus coletes com explosivos em ruas próximas menos movimentadas. #Europa #Estado Islâmico