Em um discurso para centenas de milhares de eleitores da Flórida, o candidato republicano a presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, pegou até mesmo seus aliados de surpresa, ao afirmar que os ataques do dia 11 de Setembro de 2001 foram uma grande montagem do governo dos Estados Unidos com pretexto para invadirem o Afeganistão e o Iraque.

Durante o discurso, ele fez a seguinte afirmação: "Os americanos merecem saber a verdade sobre os atentados do dia 11 de Setembro de 2001''. De acordo com ele, o inquérito sobre o caso é uma verdadeira bagunça e deveria ser reaberto. ''Como é possível três aviões atingirem três prédios em um único dia'', questionou o candidato?

Segundo ele, o Relatório do Comitê de investigação está mal elaborado e não responde a uma série de perguntas.

Publicidade
Publicidade

''Os americanos precisam de respostas. Eu pretendo solicitar um novo inquérito, a modo de esclarecer este atentado para que isto não se repita novamente'', com estas palavras, o candidato foi ovacionado no discurso.

Pesquisas eleitorais apontam que o candidato vem ganhando apoio do público em geral e de alguns políticos. O ex-senador republicano Bob Graham, há mais de 10 anos faz campanhas pedindo a liberação dos relatórios do comitê de inteligência. Segundo ele, apenas uma parte foi exposta ao publico, a outra parte o governo mantém em sigilo absoluto.

Em uma entrevista, Donald Trump afirma: ''Durante anos eu venho pedindo a liberação desses relatórios junto ao Congresso. Mas todas as minhas tentativas foram em vão", resume o candidato. Segundo o mesmo, as páginas que faltam referem-se a participação do governo da Arábia Saudita nos atentados.

Publicidade

Por isso que a maioria das páginas do relatório são mantidas em sigilo.

''Eu li boa parte destes documentos. Se o público americano souber a verdade a respeito disso, amanhã nos teríamos uma revolução pela ruas da América", afirma Trump. ''Não descansarei enquanto a verdade não for exposta. O povo americano merece saber a verdade e o que realmente aconteceu no dia 11 de Setembro de 2001'', conclui. #Curiosidades #Terrorismo #EUA