Enquanto no Brasil até medicamentos vindos da Cannabis sativa são motivos de polêmica e, por muitas vezes já tiveram uso e comercialização proibidos, há locais nos quais a maconha é liberada. Aproveitando a legalização no estado do Colorado, Estados Unidos, o rapper Snoop Dogg lançou nesta segunda-feira (9) a sua marca da erva.

Para isso, fez uma festa privada na casa de John Lord, que é fundador e dono da Livwell. O evento aconteceu em Denver e o produto será vendido em lojas especializadas do estado de Colorado.

De acordo com o rapper, ele está orgulhoso de ter a primeira marca oficial do produto. Ressaltou que a partir deste empreendimento, várias outras pessoas poderão seguir os seus passos e apostar na industrialização da maconha. Como ele não reside no Colorado oficialmente a marca não pode ser dele, mas o nome dado, Leafs By Snoop, lembra o artista.

Publicidade
Publicidade

Dentre os produtos que serão comercializados estão balas, geleias e chicletes. Além disso, a maconha será vendida com sabores como Purple Bush, Cali Kush, Blueberry Dream e Bananas.

Liberação da maconha no Colorado

O estado do Colorado foi o pioneiro na liberação da maconha nos Estados Unidos. A maconha foi legalizada no início de 2014 e gerou polêmica. O grande medo da população era que as ruas ficassem repletas de viciados.

Uma publicação do jornal “The Independent” feita no início deste ano disse que isso não aconteceu. Em uma entrevista feita por eles com um oficial da polícia local, o profissional declarou que não houve grandes mudanças na criminalidade nem na saúde.

Ele ainda destacou pontos positivos da legalização da maconha, informando que criou mais emprego e atraiu turistas que passaram a frequentar os mais de 60 outlets de maconha.

Publicidade

Mesmo depois de ter sido legalizada a droga, o consumo ainda é baixo entre os jovens. Já sobre os crimes na cidade, mesmo depois da liberação da erva eles estão diminuindo. Partindo desses dados pode-se concluir que o empreendimento do rapper Snoop Dogg agrada os moradores, pois traz emprego e atrai turista.  

Depois do Colorado, Washington, Alasca e Oregon também seguiram o mesmo caminho e aprovaram leis semelhantes. #Negócios #Música #Crime