Segundo uma fonte militar revelou à BBC com um “alto grau de certeza”, um ataque aéreo dos Estados Unidos na Síria atingiu mortalmente o “Jihadista John”, o extremista do #Estado Islâmico que aparece em vários vídeos executando reféns da organização terrorista.

O seu nome verdadeiro era Mohamed Emwazi e ele e um outro membro do EI encontravam-se dentro de um veículo quando foram atacados por um drone americano. As autoridades britânicas, país onde o Emwazi nasceu, ainda não se pronunciaram sobre a operação americana, mas é esperado que o primeiro-ministro, faça uma declaração pública sobre esse assunto ainda durante esse fim de semana.

Publicidade
Publicidade

Era um dos homens mais procurados

O “Jihadista John”, era um dos homens mais procurados pelas forças secretas dos Estados Unidos. Ele era uma das caras do EI e, apareceu em dezenas de vídeos de execuções sádicas e sangrentas. Entre os assassinatos a sangue frio que o cidadão britânico cometeu, estão as mortes dos diplomatas britânicos David Haines e Alan Henning, do jornalista japonês Kenji Goto e dos jornalistas americanos James Foley e Steven Sotloff.

Um carrasco também odiado pelos muçulmanos

Também várias organizações muçulmanas estavam contra os atos praticados por Emwazi. A “The Ramadhan Foundation”, uma fundação muçulmana do Reino Unido, emitiu um comunicado em que declarou o “Jihadista John” como uma manifestação do mal. “A morte de Mohammed Emwazi na Síria é um momento importante na luta pela justiça de todas as vítimas desse homem demoníaco” afirmou Mohammed Shafic, o diretor executivo do grupo.

Publicidade

David Cameron sabia do plano americano

O ataque americano que acabaria por matar o “Jihadista John” teve lugar na noite de quinta-feira na Siria. Ativistas na cidade de Raqqa reportaram que quatro combatentes estrangeiros do Estado Islâmico encontravam-se na cidade, incluindo um líder de nacionalidade britânica. David Cameron sabia que o bombardeamento iria acontecer e, ao que tudo indica, terá mesmo já notificado os familiares das pessoas que foram assassinadas por Emwazi.

O que acha sobre a morte do “Jihadista John”? Acha que as execuções bárbaras do Estado Islamico vão terminar depois deste acontecimento? #Terrorismo