O mundo está perplexo com os atentados terroristas que aconteceram de forma simultânea na noite desta sexta-feira 13 em Paris. Foram ataques coordenados que visaram locais que geralmente tem a noite bastante movimentada por turistas e franceses.

Segundo o portal de notícias G1, além das dezenas de mortos, são centenas de feridos, entre eles estão confirmados dois brasileiros, uma mulher que foi ferida na mão e não corre risco e um homem que foi ferido gravemente e passa por cirurgia neste momento.

Saibam mais sobre o massacre em Paris. Vejam o resumo atualizado dos ataques:

  • Os ataques aconteceram em locais distintos, segundo informações da polícia francesa foi uma ação bem planejada pelos terroristas.
  • Aconteceram três explosões no entorno do Stade de France, onde acontecia um jogo amistoso entre a seleção francesa e alemã. O Presidente Francês François Hollande foi retirado as pressas do local. A imprensa francesa dá conta que foram três homens bomba. 
  • Homens fortemente armados abriram fogo contra as pessoas em pelo menos três locais diferentes que são muito movimentados na noite de Paris. A boate Bataclan foi invadida por três terroristas onde acontecia um show e segundo informações de que 1.500 pessoas estavam no local. Os terroristas fizeram centenas de reféns e infelizmente pelo menos 100 pessoas morreram no local. A polícia francesa interveio e entrou no local matando os terroristas, libertando os reféns.
  • Socorristas continuam retirando feridos do interior da boate ataclan.
  • As fronteiras da França estão fechadas. Estações de metrô também foram fechadas. Existe uma grande dificuldade de locomoção na cidade de Paris, pois várias vias de acesso estão bloqueadas. A polícia e o exercito francês estão nas ruas. Centenas de pessoas não têm como volta para suas casas e hotéis.
  • Ainda não há confirmação se o aeroporto Charles de Gaulle está fechado para pousos e decolagens.
  • Uma reunião de emergência acontece neste momento entre o presidente François Hollande e todos os membros do governo Francês.
  • O presidente da França deu uma entrevista coletiva durante os ataques, onde afirmou que todas as medidas contra este #Ataque estão sendo tomadas. Afirmou ainda que a França preza pela igualdade e liberdade e que o povo francês mais uma vez vai superar os ataques sofridos em Paris.
  • Testemunhas afirmam que durante os ataques os homens gritavam "Allahu Akbar" - Deus é grande e que no interior da boate chegaram a mencionar a Síria e que a vingança estava sendo feita.

O número de vítimas fatais e feridos ainda não estão fechados e mudam a todo momento.

Publicidade
Publicidade

Até o fechamento desta matéria os números confirmados pela Prefeitura de Paris são de pelo menos 140 mortos, contabilizando todos os ataques. #Terrorismo #É Manchete!