Na noite de hoje (13) aconteceram explosões próximas do Stade de France, na capital francesa, durante jogo de futebol entre Alemanha e França. Além dessas explosões, aconteceram mais três tiroteios, deixando pelo menos 30 mortos, de acordo com agência de notícias. A agência AFP afirma que são ao menos 30 mortos, enquanto a TV BFM diz que são ao menos 60. Ainda há agências que falam em tiroteios em seis lugares da cidade.

Quando as explosões aconteceram próximas do estádio, o presidente francês, François Hollande, que estava no local, foi retirado do local por segurança. Agora ele está na sede do Ministério do Interior em reunião de emergência.

Publicidade
Publicidade

Os torcedores não souberam sobre as explosões até o final do jogo.

Quase às 20h, o jornal local Liberation disse que dois tiroteios ainda estavam acontecendo, nos 10º e 11º arrondissements de Paris. De acordo com a polícia francesa, há reféns no Bataclan, no boulevard Voltaire, 11º arrondissement. Estava acontecendo no local show da banda Eagles of the Death Metal.

De acordo com o jornal BBC, há 60 reféns no local. Testemunha que estava no local afirmou que viu dois homens entrando armados na casa de espetáculos. De acordo com jornalista francês via Twitter, um amigo seu estava na casa de espetáculos e disse ter visto cinco ou seis atiradores. De acordo com seu amigo, os atiradores mencionaram a Síria.

Em outro ponto da cidade, em frente à restaurante de gastronomia cambojana, no 10º arrondissement da capital, outro homem abriu fogo e deixou sete feridos, pelo menos.

Publicidade

A CNN foi mais vaga e comentou que há "diversos mortos".

Por volta das 20h40, a GloboNews noticiou que havia um tiroteio acontecendo no momento em shopping da cidade.

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, fez pronunciamento em Washington por volta das 20h45, dizendo que seu país está ao lado da França contra o #Terrorismo e contra o extremismo.

Ameaça de bomba mais cedo

Na manhã de hoje (13), a seleção de futebol da Alemanha havia sido evacuada de seu hotel, o Molitor de Paris. O motivo foi uma alerta de bomba. Em seguida, os jogadores foram para outro hotel da cidade.