Nesta sexta-feira (18) foi decretado em Pequim um 2º alerta vermelho, por causa da poluição do ar em duas semanas, ocasionado por névoa poluente. Foi determinado pela Agência do Meio-Ambiente que as fábricas fechassem e que se fizesse a partir de sábado (19) uma alternância no trânsito para carros particulares. Com essa estratégia esperam diminuir o “smog" e haverá o fechamento de escolas até terça-feira (22).

O rodízio é feito de acordo com o final do número da placa do automóvel, par ou ímpar. Com esse sistema irá diminuir a metade de carros em circulação, cerca de 2,2 milhões. A palavra inglesa "smog " combina "smoke" (fumo) e "fog" (nevoeiro).

Publicidade
Publicidade

O ALERTA VERMELHO

A cidade de Pequim se preparou para suportar os quatro dias de neblina pesada, com início na sexta-feira (19). Segundo moradores da região, a névoa foi menos densa do que se esperava. Muitos cidadãos indagaram sobre a necessidade do governo ter emitido o alerta.

O alerta vermelho só é dado quando se verifica que o ar será superior ao nível de 200 microgramas, observado no prazo de três dias. Se estiver acima dessa média, as autoridades dos  E.U.A padronizam como "muito insalubre". Neste sábado, o Centro de Monitoramento Ambiental de Pequim informou que o índice estava a 104.

Uma pessoa que reside em Pequim relatou que a neblina não estava tão forte e se opôs a medida de restrição imposta pelo governo.

AUMENTO DA POLUIÇÃO DO AR EM PEQUIM

A densidade de partículas finas é prejudicial à saúde e gera mortes prematuras.

Publicidade

Neste sábado, uma névoa com um cheiro forte dificultou a visão das pessoas na cidade e os índices das partículas por metro cúbico estava alto, de acordo com os dados da OMS (Organização Mundial de Saúde).

SITUAÇÃO DIFÍCIL

Muitos habitantes em Pequim foram aos hospitais e precisaram comprar máscaras protetoras, por causa da poluição do ar, que já atinge cerca de 300 milhões de pessoas. Um dos maiores culpados é o grande número de centrais de carvão, que injetam os poluentes no ar, através da queima do carvão. Eles trabalham ao máximo para manter a calefação e as fábricas.

Que possa haver maiores soluções para a questão da poluição em Pequim, cabe aos governantes estabelecerem metas de redução para que o meio ambiente se restabeleça, principalmente após a COP21 que tem a missão junto com os países, de diminuir as emissões de gás carbônico na atmosfera. #Natureza #China