O programa de intercâmbio está em fase de consolidação de parcerias e incluirá 22 países da AL, além de estudantes e pesquisadores da Espanha, Portugal e Andorra. Em entrevista concedida à Agência Brasil e publicada pelo site "Brasil Post", a secretária geral Ibero-Americana, Rebeca Gryssnpan, reafirmou a importância de programas de intercâmbio acadêmico na formação dos estudantes, destacando que o programa denominado Aliança pela Mobilidade Acadêmica Ibero-Americana vai possibilitar que uma significativa quantidade de pessoas estudem em outros países.

Sobre o Programa de Intercâmbio

Segundo a secretária-geral, o programa está em fase de formação de parcerias com várias organizações, entre elas o Banco Santander, que já teria reservado um patrocínio para 40 mil bolsas de estudo até o ano de 2020, além de parcerias confirmadas com o Conselho Universitário Ibero-Americano e a Organização dos Estados Ibero-Americanos, com previsão de atender mais de 200 mil estudantes nos próximos 4 anos.

Publicidade
Publicidade

As experiências desenvolvidas dentro do programa levarão em conta a acessibilidade de grupos de menor renda, com qualidade mediante pontuação das matérias, afirmou Rebeca.

#Inovação Cidadã

Em reunião no Rio de Janeiro, onde aconteceu a Conferência de Inovação Cidadã. em que compareceram representantes de 14 países ibero-americanos, entre estudantes e pesquisadores, se discutiu projetos de inovação em parceria com o Ministério da Cultura do Brasil e a Secretaria-Geral Ibero-Americana.

Uma das ideias discutidas na conferência ocorrida na semana passada foi o inovador projeto de desenvolvimento de um aplicativo para celular com o objetivo de realizar a contagem automática de ovos do mosquito transmissor de endemias como o atual zika vírus, da chikungunya e dengue, transmitidos pelo já conhecido Aedes Aegypti.

Publicidade

Segundo o analista ambiental e co-desenvolvedor do aplicativo Odair Scatoline, a intenção é utilizar a tecnologia expandindo projetos de prevenção para  as comunidades.

A Secretária Geral Rebeca Gryssnpan comunicou na conferência do Rio que o programa de intercâmbio acadêmico deve estar disponível aos interessados no primeiro semestre de 2016.

#Educação