A cena se tornou conhecida para os brasileiros no mês passado, no dia 5 de novembro: uma torrente de lama descendo, destruindo tudo em seu caminho e matando pessoas. Foi o que aconteceu em Mariana, no Estado de Minas Gerais, após o rompimento de uma barragem pertencente à mineradora Samarco.

No sábado pela manhã, dia 19 de dezembro, aconteceu um fato semelhante na China, mas o deslizamento literalmente enterrou nada menos que 22 edifícios e atingiu parcialmente outros 11, sendo que 3 destes prédios afetados eram dormitórios de trabalhadores.

O desastre ocorreu no parque industrial localizado em Hengtaiyu, na cidade de Shenzhen.

Publicidade
Publicidade

Pelo menos 59 pessoas estão desaparecidas, segundo as últimas atualizações disponíveis até o fechamento desta matéria. A cidade possui pelo menos 1 milhão de habitantes, e um desastre de proporções muito maiores só foi evitado porque a maioria da população foi retirada pelas autoridades locais antes do deslizamento.

Danos

O parque industrial atingido ocupa uma área de 20 mil metros quadrados, e é praticamente um milagre que o número de desaparecidos não tenha sido maior. Mais de 900 pessoas que ainda permaneciam no local foram retiradas pelas equipes de resgate, e a brigada de incêndio de Shenzhen publicou em nota que pelo menos um prédio desmoronou, e que este desabamento afetou uma enorme área na periferia do distrito.

Além do desabamento, o tsunami de lama ocasionou a explosão de um duto de gás natural por volta das 11:40h, hora local.

Publicidade

A emissora de TV estatal CCTV informou em reportagem que o ar da cidade estava com um cheiro muito forte, devido ao vazamento de gás.

As autoridades da cidade de Shenzhen afirmaram que entre os desaparecidos estão 36 homens e 23 mulheres. Ao todo, cerca de 1.500 pessoas estão trabalhando nas equipes de resgate, tentando encontrar as pessoas soterradas. Li Yikang, vice-secretário-geral do governo de Shenzhen, disse que os 22 edifícios engolidos pela lama pertencem a 15 empresas diferentes.

Causas

Ainda não se sabe ao certo o que causou o deslizamento, mas a lama que atingiu a cidade veio de uma colina artificial que possuía pelo menos 100 metros de altura, formada por restos de escavação do solo, com fins de construção. Shenzhen não tem recebido chuvas muito fortes ultimamente, o que deixou dúvidas a respeito do que desencadeou o desastre.

Assista a esta montagem de vídeos impressionantes feitos no local, que mostram a destruição:

#Natureza #China