Em apenas um dia, a Suíça entrou em pânico por uma possível ameaça terrorista junto a uma escola judaica e, poucas horas mais tarde, o #Estado Islâmico revelou ter sido os responsáveis pelos ataques às forças curdas que mataram dois iraquianos e feriram quatro turcos. Segundo informa o site “Notícias ao Minuto”, em uma tentativa de recuperarem algum terreno e combaterem os militares curdos, uma das poucas forças no terreno que está combatendo o #Terrorismo, o Estado Islâmico lançou vários rockets, cerca de 200, contra a ofensiva curda.

Na Suíça todas os alarmes estão prontos para serem tocados, devido à potencial presença de vários terroristas do Estado Islâmico em seu país.

Publicidade
Publicidade

Hoje, dia 17, em Zurique, uma escola judaica considerou que um carro, com um homem agindo de uma forma anormal, estava dando muitas voltas à sua instalação, chamando rapidamente as autoridades. Para já, apesar das investigações, nada foi revelado pela Suíça, apesar de se suspeitar que seja um homem ligado ao Estado Islâmico.

Longe da Suíça ocorreu também hoje um ataque surpresa realizado pelo maior grupo terrorista do mundo às forças curdas, que provocaram a morte de dois militares iraquianos e feriram quatro turcos, segundo informa o site “Notícias ao Minuto”. Em comunicado, o Estado Islâmico reivindicou o ataque, dando todos os pormenores dessa ação, que terá envolvido o lançamento de centenas de rockets, que atingiram as bases curdas no norte do Iraque.

Em uma altura em que a coligação internacional, principalmente a Rússia e os Estados Unidos, estão discutindo a melhor forma de enfrentar o Estado Islâmico, que parece estar conseguindo contornar os constantes bombardeios, os curdos estão tentando conquistar terreno aos terroristas, tentando da melhor maneira controlar seu poder e domínio na Síria.

Publicidade

Contudo, apesar da contrariedade de hoje, a pressão exercida em todas as frentes feitas contra Estado Islâmico parecem estar começando a dar resultados, visto que a imprensa internacional considera que o grupo terrorista está cada vez mais fraco e influente a cada dia que passa.