O homem mais procurado do mundo, Edward Snowden, mesmo asilado na Rússia há dois anos, continua acompanhando a política americana de forma mais ampla possível. No último sábado, 20, aconteceu nos Estados Unidos o terceiro debate presidencial que visa mostrar as propostas dos candidatados a ocupar a cadeira de Barack Obama.

Hillary foi enfática em praticamente tentar repetir a política do ex-presidente americano e marido da candidata, Bill Clinton, o que segundo Snowden, começou a transformar o mundo em um verdadeiro caos. Com o objetivo de acabar com governos autoritários no Oriente Médio, a Era Clinton foi a precursora quando o assunto é mandar tropas para países árabes para vencer um 'mal' oculto.

Publicidade
Publicidade

Segundo Snowden, Vladimir Putin e diversos especialistas do mundo, os grupos terroristas ganharam força após ações americanas no Oriente Médio. O ISIS, segundo Putin, foi criado pelos #EUA após deixar armas nas mãos de 'mercenários' que logo trocaram de lado em busca de poder e dinheiro.

Após o discurso inflamado da candidata Hillary, Snowden disse que ela apenas "tentou aterrorizar à todos". Veja o tweet:

Quando Hillary decidiu defender a política de Clinton sobre a coalizão que levou a guerra na Líbia, em 2011, Snowden mais uma vez criticou com um comentário irônico, dizendo que 'coalizão na Líbia funcionou muito bem'. Atualmente a maior parte da Líbia está dividida entre os dois grupos terroristas mais temidos do mundo: Al-Qaeda e Estado Islâmico e milhares de pessoas já foram mortas por extremistas que crescem cada vez mais, tanto no número de combatentes, quanto no domínio de novos territórios.

Publicidade

O candidato á presidência dos Estados Unidos, Bernie Sanders, posicionou-se contrário à política externa dos Clintons, e deixou claro que o país precisa de uma política que leve até o ISIS e acabe com os terroristas, mas que não gere uma guerra perpétua como a que existe hoje. Ainda acrescentou que Hillary é muito agressiva com seus objetivos sobre politica externa e que não almeja uma mudança, apenas seguir as regras já ditadas.

Ao término do debate, Snowden expressou 'simpatia' pela política de Sanders, dizendo que ele, 'inesperadamente' possuía a política externa mais credível dos demais candidatos, mas que Clinton prefere repetir a mesma 'sabedoria' política convencional que falhou há uma década.

#Eleições #Curiosidades