Por falha de comunicação com os soldados que estão na primeira linha de combate ao #Estado Islâmico na Síria, os Estados Unidos admitem que, durante um dos seus ataques aéreos, mataram alguns iraquianos por engano. Segundo informa o site “Notícias ao Minuto”, apesar das duas forças estarem em constantes comunicação para evitar mortes indesejadas de militares que estão lutando contra o #Terrorismo, os militares norte-americanos informaram que apresentam suas condolências para com os inocentes que morreram por causa de seus bombardeios. Um inquérito foi aberto para tentar esclarecer o que ocorreu.

Apesar da coligação internacional já ter manifestado  interesse em combater o Estado Islâmico no terreno, deixando de parte os ataques aéreos e os bombardeios, que não estão tendo os resultados desejados, a verdade é que, até hoje, apenas as forças curdas e militares iraquianos e sírios estão lutando para retirar domínio da Síria do maior grupo terrorista do mundo.

Publicidade
Publicidade

Segundo garante o site “Notícias ao Minuto”, todos os alvos dos bombardeios da coligação internacional têm que ser aprovados pelo governo iraquiano, por isso esse incidente, que teria matado alguns soldados da paz, é ainda mais estranho e insólito. Depois da imprensa internacional ter garantido que esses bombardeios já teriam matado centenas de inocentes e dezenas de crianças indefesas, agora foi a vez da primeira linha contra o terrorismo ser atingida por um míssil que, supostamente, teria sido lançado para enfraquecer o Estado Islâmico.

Com várias reuniões marcadas para as próximas semanas, os principais responsáveis pelos países que forma a coligação internacional vão tentar chegar a novas formas, mais eficazes, de conseguir enfraquecer o poder e as ações do Estado Islâmico na Síria. Quanto à guerra no terreno, por enquanto, e mais enfraquecidos depois desse erro grave, as forças curdas e milhares de militares, que têm como objetivo derrotar o Estado Islâmico, vão continuar sendo a primeira linha de combate que, nas últimas semanas, tem conseguido mostrar alguns bons resultados, especialmente na detenção de vários alegados membros do Estado Islâmico.

Publicidade

#Ataque