O Papa Francisco celebrou o seu 79º aniversário na quinta-feira (17) mas foi ele quem deu o maior presente do dia aos seguidores de Madre Teresa de Calcutá. O líder da Igreja Católica deu a ordem final para a canonização da Santa dos Pobres. Uma santificação que foi aprovada por unanimidade no Vaticano e que está intimamente ligada com um caso que aconteceu no Brasil em 2008.

De acordo com o diário católico Avvenire, o Papa Francisco assinou ontem o decreto para a canonização de Madre Teresa de Calcutá. A santificação acontece depois de uma cura ter sido considerada inexplicável: em 2008 de homem brasileiro diagnosticado com oito tumores no cérebro.

Publicidade
Publicidade

O doente estava em coma, no hospital de Santos e era para ser operado, no entanto, algum tempo antes do ato cirúrgico, quando os médicos voltaram ao seu quarto, ele estava acordado e aparentemente sem problemas de saúde. Depois de vários testes realizados, os médicos confirmaram que aquele paciente se encontrava completamente curado.

O nome do homem brasileiro curado por Madre Teresa permanece em sigilo, no entanto, é sabido que o médico responsável por ele, foi o mesmo que cuidou do Papa Francisco, na Jornada Mundial da Juventude, em 2013, na época ele falou no caso a sua Santidade, confirmando que a família do paciente pediu a intervenção de Madre Teresa através do Padre Rizzi da Diocese de Santos.

A oficialização da canonização da Madre Teresa vai acontecer em 2016, em 4 de setembro, no dia seguinte ao aniversário da sua morte.

Publicidade

Os protocolos da Igreja Católica em relação à atribuição da santidade normalmente requerem a existência de dois milagres, porém, católicos que viveram a vida como mártires da fé poderão ser declarados santos sem que existam evidências claras da existência de um segundo milagre.

Uma vida dedicada aos pobres

Madre Teresa de Calcutá, nasceu como nome Agnes Gonxha Bojaxhiu, em 20 de agosto de 1910, em Skopje, a capital da atual República da Macedônia. Fundou a Ordem das Missionários da Caridade e estabeleceu presença missionária em países como a Índia, Rússia, Cuba, Albânia, Canadá, Palestina, Austrália, Bangladesh, Estados Unidos da América, Ceilão, China, antiga União Soviética, etc. Em 1979, ganhou o Prêmio Nobel da Paz.

O que você acha da canonização da Madre Teresa de Calcutá? Escreva a sua opinião nos comentários. #Curiosidades #Religião