Ela matou o filho de três anos, após espancá-lo e deixá-lo com mais de quarenta lesões no corpo. Mikaeel Kular foi encontrado em um bosque, dentro de uma mala. A mãe, Rosdeep Adekoya, na altura com 34 anos, foi considerada culpada pela #Justiça inglesa e foi condenada a onze anos de cadeia. Agora, o jornal Daily Mail conta que ela foi transferida para um outro presídio, onde está tendo tratamento de luxo. 

Foi um caso que chocou a Inglaterra e está voltando a fazê-lo, após a agressora de um crime grave como esse estar tendo um tratamento especial. O pequeno Mikaeel morreu com apenas três anos, mas deixou uma vida com muito sofrimento e uma morte que poderia ter sido evitada pelos serviços de assistência e proteção social, que sabiam que o menino era vítima de #Violência doméstica. 

Por duas vezes, o menino foi recebido por assistentes sociais, após ser agredido por sua mãe.

Publicidade
Publicidade

Mas, em nenhum dos casos, Rosdeep foi sancionada e o menino acabava sempre voltando para os seus cuidados. Em um dos casos, ele teria sido mesmo espancado pela mãe em um restaurante. Por estar doente e mais birrento, a mãe perdeu o controle e lhe bateu na frente de todos que estavam no local, mas nem assim a criança foi retirada a essa mãe abusadora. 

Após matar o menino e dar um sumiço no corpo, ela avisou para a polícia que seu filho estava desaparecido. Os policiais andaram no terreno, procurando por Mikaeel, mas só encontraram seu corpo, morto, dentro de uma mala. 

Vida de luxo na cadeia

Rosdeep foi considerada culpada mas de acordo com uma fonte que falou com o Daily Mail, na cadeia onde a agressora está detida, ela nunca demonstrou sinais de remorso por ter matado o filho. 

Apesar do crime grave, a mesma fonte considera que ela está tendo um tratamento privilegiado e que foi transferida para uma cela individual, com direito a banheiro privativo e chave da porta.

Publicidade

Além do mais, está trabalhando na cozinha, longe dos outros detidos. Tudo isso após ter reclamado por receber ameaças. "Os presos não gostam de pessoas que cometem esses crimes contra crianças", revelou a referida fonte para o Daily Mail, justificando as ameaças que Rosdeep recebeu, mas não aceitando seu tratamento privilegiado dentro da cadeia.  #Família