Neste sábado, dia 5 de dezembro, uma tempestade (Desmond) atingiu o noroeste do Reino Unido, tendo deixado mais de 60 mil casas sem eletricidade. Muitos soldados foram chamados para ajudar a população, devido os vários danos causados nas casas e nas ruas do país europeu.

David Cameron (primeiro-ministro britânico) já anunciou, através da rede social Twitter, que realizou uma reunião com o objetivo de garantir que tudo seja feito para ajudar todas as pessoas que foram atingidas pela tempestade Desmond.

Nesta publicação no Twitter, o primeiro-ministro britânico acrescentou ainda que foram escolhidos vários soldados para ajudar toda a população afetada pelo mau tempo no noroeste do Reino Unido.

Publicidade
Publicidade

Foram, no total, selecionados cerca de trezentos e cinquenta soldados do segundo batalhão do regimento Duke de Lancaster (sede em Preston). 

Em muitos locais do noroeste do país, a água chegou a atingir a altura média de um homem. Os militares selecionados transportaram, com o auxílio de um helicóptero, vários equipamentos que irão ajudar no bombeamento da água nas partes mais afetadas. Foram registadas, em vários locais, mais de 24 horas de chuva intensa e constante, o que equivale a um mês inteiro de precipitação. 

Segundo a empresa de eletricidade "Electricity North West", os vários cortes de energia que se têm verificado nestes últimos dias nas zonas mais afetadas pela tempestade são capazes de continuar por ainda alguns dias. Mais de 60 mil casas (principalmente na região de Lancaster) foram afetadas com o mau tempo e, neste momento, não têm eletricidade.

Publicidade

Um registro de morte já foi feito no sábado, 05, perto da estação do metrô, no norte da capital inglesa, Londres. Segundo os dados recolhidos, o homem, de 90 anos, foi projetado contra um autocarro que estava em movimento na zona da estação do metrô. 

Foi anunciado pelos vários serviços meteorológicos que as chuvas e tempestades irão continuar esta semana nesta região, mas também na Escócia. De acordo com uma avaliação provisória feita pela Agência do Ambiente, caíram mais de 340 milímetros de precipitação nesta região ao longo do fim de semana.  #Europa #União Europeia #Mudança do Clima