O mistério parece não ter fim. Na semana passada, a guarda costeira do Japão resgatou mais um ''barco fantasma'' vindo da Coreia do Norte e encontrado próximo à costa oeste no mar do Japão. Nos dois últimos meses  ao menos 13 embarcações deste tipo foram encontradas à deriva carregando vários corpos em decomposição. A única coisa de que se tem certeza é que esses corpos aparecem na faixa que vai de Hokkaido, no norte, até Fukui, no sul.

Segundo informações da guarda costeira japonesa, essas embarcações estavam repletas de cadáveres, a maioria deles encontrava-se em estado de decomposição e somente os esqueletos, o que significa que estes corpos estavam em decomposição há bastante tempo.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista para o canal BBC, as autoridades japonesas confirmam que no ano passado um total de 66 barcos iguais a esses foram encontrados à deriva em meio ao mar do Japão. Mas recentemente a última leva de embarcações parece estar vindo com maior frequência. Acredita-se de que essas embarcações sejam barcos de pesca norte coreanos, os quais saem em busca de caranguejos, lulas, peixes entre outros frutos do mar bastante abundantes nessa época do ano e acabam se perdendo em alto mar devido alguma tempestade ou algo parecido. Só que até agora ninguém sabe explicar o porquê dessas embarcações se afastarem tanto da costa norte-coreana.

Ao que tudo indica pelo menos um barco trazia junto consigo uma marca militar norte-coreana. Em outra embarcação foi encontrado um pedaço de pano, que parece a bandeira nacional norte-coreana.

Publicidade

Porém, o governo da Coreia do Norte ainda não informou sobre o desaparecimento de nenhum dos seus barcos, fato que não surpreende seus vizinhos, já que nem todos os barco transportavam corpos.

As autoridades Japonesas tentam desvendar a causa das mortes, apesar do estado avançado de decomposição. Acredita-se que os tripulantes a bordo morreram de frio ou de fome. Normalmente o Japão proíbe as embarcações norte-coreanas de atracar no seu litoral. Mas abre-se uma exceção quando essas embarcações tentam abrigar-se de tempestades entre outros.

Desertores

Não está descartada a hipótese dessas embarcações estarem fugindo da ditadura norte-coreana,há informações de um controle mais rígido, entre a fronteira da Coreia do Norte com a China, rota mais comum para quem deseja fugir da fome e da miséria daquele pais. 

Mas há quem discorde desta possibilidade. De acordo com John Nilsson-Wright, chefe do Programa sobre a Ásia na consultoria britânica Chatham House  "se você fosse um desertor não faria sentido ir para o Japão.

Publicidade

A Coreia do Sul está muito mais perto de barco".

A outra hipótese e pouco provável é que o mau tempo tenha levado estas embarcações para o Japão. Segundo John o mar daquela região é mais agitado e com ventos bastante fortes nessa época do ano, o que não faz sentido os pescadores se afastarem tanto da costa norte-coreana.

A outra possibilidade é de que as autoridades do pais estariam exigindo dos pescadores um volume maior de pescado. O que estaria levando as tripulações destes pequenos barcos a correrem um risco maior.

Recentemente a televisão estatal da Coreia do Norte exibiu imagens do líder norte-coreano, Kim Jong-Un visitando as fábricas e exigindo o aumento na produção de pescado. Mas nem todos estão convencidos disso, segundo especialistas em Coreia do Norte é comum que os trabalhadores daquele pais fiquem com excedente em produção, caso estes consigam ultrapassar os limites impostos pelo governo. #Entretenimento #Curiosidades